PUBLICIDADE

Página Principal : História


Introdução à História do Nosso Tempo ? Do Antigo Regime aos Nossos Dias, p. 330 - 339 (Revolução Sov



Resumo:
A Revolução Soviética, para além da sua importância e significado a nível nacional, teve ainda um grande impacto a nível mundial, tal como a Revolução Francesa. Também ela foi ?mantida afastada? dos outros países e, apesar disso, conseguiu manter-se e sair vencedora, despertando simpatia um pouco por toda a Europa.
O Comunismo nasceu com a necessidade de um novo regime, um novo Estado, que derrubasse o autoritarismo Czarista. Havia uma grande instabilidade no país, as medidas tomadas pelo Czar só pioraram a situação e a entrada da Rússia na II Guerra Mundial foi a última gota, gerando o descontentamento e o mal-estar geral.
Nesta altura faz-se uma segunda tentativa de revolução (a primeira, em 1905, não tinha sido bem sucedida), em que se estabelece, finalmente, uma república com um governo provisório da burguesia liberal constitucional, que, apesar de tudo, não tem força suficiente, o que vai fazer com que passe para os democratas e, mais tarde, para os socialistas. Numa terceira revolução, os bolcheviques, apoiados nos sovietes, as sociedades populares, homogéneos e combatentes, liderados por Lenine, tomam o poder. Estes, nos primeiros anos, dispõem de um poder limitado e precário.
Assim, começa o período do comunismo de guerra, uma guerra interna e externa, imposta a este novo governo. Tomam-se medidas para terminar com esta situação, que nem sempre vão de encontro aos ideais leninistas, sendo um mal necessário. Este período só termina em 1921.
Começa então uma nova época, muito diferente da anterior. Lenine verifica que a situação não está nada bem e cria uma nova política económica (NEP), um ?recuo estratégico?, através da qual se reorganiza a economia e se restitui ao capitalismo privado um sector de actividade, com a intenção de restabilizar o país, até ele estar em condições para se instaurar o socialismo, o que tem efeitos notáveis.
Lenine morre em 1924 e a partir daí, trava-se uma competição entre Trotsky e Estaline, que tentam ambos ficar com o lugar do antigo líder. Trotsky era o mais cotado e conhecido, mas Estaline tinha a seu favor o controle do aparelho, trunfo capital. O que opunha estes dois adversários eram os seus desacordos ideológicos: Trotsky com o seu sonho de uma revolução permanente e universal e Estaline com o seu desejo de ganhar tempo, consolidar o comunismo na Rússia e, só mais tarde, tentar uma revolução universal, pois não acredita no sucesso imediato desta. Esta luta renhida entre ambos dura algum tempo, ganhando Trotsky, que apesar da vitória, não descansa enquanto não manda assassinar Estaline, tornando-se o ?senhor incontestado da União Soviética?.
Assim, inicia-se um terceiro período, onde se verifica a edificação do socialismo e a instauração de um poder de Estado concentrado, praticamente absoluto, totalitário.

Quanto ao primeiro aspecto, pretendia-se que a União Soviética se tornasse uma grande potência, através de uma industrialização intensiva, com a sucessão dos Planos Quientais, dotando-a de uma indústria pesada poderosa e assegurando a sua independência e segurança. Esta medida é inovadora em todo o mundo. Para além disso, verificou-se a colectivização dos campos, recorrendo-se ao uso da força, e o reforço do exército. Quanto ao segundo aspecto, Estaline torna-se senhor absoluto a partir de 1927, sendo simplesmente secretário-geral do partido, pois o Estado é dominado por este.
Estaline, sendo o país um Estado federativo, como indica o nome: União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, resolveu o difícil problema das nacionalidades, dotando cada uma de instituições representativas próprias, dominadas pelas instituições comuns da União. Criaram-se, assim, duas câmaras: O Conselho da União e o Conselho das Nacionalidades.
Em 1936, cria-se uma nova Constituição, enunciando todas as liberdades, todos os direitos sociais. Apesar da aparente democracia, o país não deixa de ser governado por um partido único, muito restrito e elitista,cuja existência e poder limitam o carácter democrático do regime, o que vai dar a um período de terror: um companheiro de Estaline, Kirov, é assassinado e, depois disso, organiza-se uma vingança de que ninguém está a salvo: antigos revolucionários são mortos, generaliza-se os trabalhos forçados, milhões de cidadãos soviéticos são condenados aos campos de trabalho, o que vai enfraquecer a União Soviética politica, militar e economicamente.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Centralismo Democrático
- Lenine E A Rússia
- Revolução Russa
- União Soviética _ Transformações Políticas E Econômicas
- Leon Trotsky
- Urss _ O Fim Da Superpotência
- O Declínio Do Comunismo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online