PUBLICIDADE

Página Principal : História


Nova Onda Revolucionária



A explosão do Liberalismo e do Nacionalismo na Europa _ Congresso de Viena 1814/1815; propôs a restauração das monarquias absolutistas nos países europeus, unindo forças tradicionais da nobreza e do clero. Porém, tal tendência conservadora permaneceu na Europa apenas alguns anos.

De 1830 a 1848, a Europa enfrentou um complexo conjunto de fatores socioeconômicos negativos: queda de colheitas, situação de miséria do operariado, ausência de garantias e direitos fundamentais para o trabalhador e repressão da liberdade de expressão.

Uma cena comum das grandes cidade européias do século XX: desempregados a procura de trabalho, casa e comida.

Essa situação de crise e insatisfação social possibilitou a aliança temporária entre setores da pequena e média burguesias com o operariado, cada vez mais consciente da exploração social de que era vitima.

Dessa aliança instável nasceram diversos movimentos revolucionários de contestação às estruturas de poder vigentes em grande parte da Europa. Misturando ideais nacionalistas, liberais e socialistas; esses movimentos explodiram em diferentes lugares: França, Suíça, Itália, Irlanda, Alemanha, Hungria.

A partir de 1850, a Europa absolutista foi cedendo lugar a uma nova Europa liberal.




Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Revolução De 1848
- Unificação Alemã
- Primeira Guerra Mundial: As Origens.
- Vanguardas Europeias
- Idade Média: Séculos X ? Xv
- Restauração Dos Bourbon
- A Revolução De 1830

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online