PUBLICIDADE

Página Principal : História


África - Gana em Datas



Séc. XI-XIII: Populações vindas do antigo reino do Gana estabelecem-se na bacia do Volta, originando os primeiros Estados dos Akan e dos Mossi meridionais, baseados no comércio do ouro com a área sudanesa.

1471:
Explorações dos Portugueses, que lhe chama Costa do Ouro e constroêm a fortaleza de Elmina (1482).

Séc. XV-XVI:
Uso das armas de fogo garantem a hegemonia às tribos dos Akan, que assim manopolizam o comércio do ouro com a costa.

Séc. XVII-XVIII:
Holandeses em 1637, expulsam os Portugueses, seguidos de Dinamarqueses e de Ingleses em 1670-73, fazendo da Costa do Ouro um dos principais centros de tráfico de escravos.

1807-
Reino Unido abole o tráfico de escravos e torna-se protector das populações costeiras dos Fanti, ameaçados pela confederação dos Ashanti. Tem início uma série de guerras que se prolongam por quase um século.

1874-
A Costa do Ouro torna-se uma colónia britânica; inicia-se a produção de cacau, sendo o Gana o primeiro produtor mundial.

1902-
Os territórios ashanti são anexados à colónia.

1922-
A porção ocidental do togo ex-alemão é unida administrativamente à Costa do Ouro.

1946-48:
Costa do Ouro ganha autonomia governativa.

1951:
Líder nacionalista K. Nkrumah torna-se primeiro-ministro e inicia o processo de independência nacional.

1957:
A Costa do Ouro torna-se Estado Independente com o nome de Gana.

1960:
Transformação do Gana em República sob a presidência de Nkraumah, com orientação socialista e neutral.

1966-81:
Com a queda de Nkrumah (1966), alteraram-se as ditaduras militares e governos civis, num contexto de grande recessão e graves conflitos étnicos.

1981:
O coronel J. Rawlings suspende a constituição e estabelece um Conselho Provisório e Defesa Nacional (PNDC) com poderes absolutos.

1983:
Repatriação de 1 milhão e 200 mil ganeses expulsos da Nigéria e colapso económico do país.

1992:
Um referendo popular aprova uma reforma constitucional que institui o pluripartidorismo. Rawlings é eleito presidente.

1994:
Explosão da vidência nas rfegiões do Nordeste com milhares de vítimas.

1996:
Boicotadas pela oposição que denuncia fraudes, as eleições confirmam novamente Rawlings para presidente.

2001:
Eleições levaram ao governo John Agyekum Kutuor e o Novo Partido Patriótico (NPP).

2003:
Instituída Comissão para a Reconciliação Nacional para apurar o paradeiro de centenas de pessoas desaparecidas durante a ditadura de Rawlings.

2004-05:
O país figura entre os 18, aos quais em Junho de 2005, o G-7 perdoou parte da dívida que mantinha com o Banco Mundial, o Banco Africano de Desenvolvimento e o Fundo Monetário Internacional.

2007:
Volta à ribalta o tráfico e escravatura desta vez de crianças, para trabalharem no Lago Volta. Interferência de organizações mundiais.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- O Antigo Gana
- Tráfico Negreiro
- Quem Ficou Com O Nosso Ouro?
- Ouro E Moeda Na História (1450-1920)
- S. Tomé E Príncipe Em Datas
- Onde Foi Parar O Ouro Brasileiro?
- Casas De Fundição

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online