PUBLICIDADE

Página Principal : História


Adolf Hitler ? Seu livro.Mein Kampf



Adolf Hitler foi preso e escreveu um livro na prisão e esse livro fala sobre suas ideias e o que pretendia na época fazer no partido nazista ou ; O Nazismo ou o Nacional Socialismo (termo vindo do alemão Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei ou Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães ou ainda, NSDAP), ele começa o seu livro descrevendo por alto como foi sua infância e seu relacionamento com seu pai. Descreve sua infancia pobre. Fala como depois vem Munique para tentar fazer uma carreira como artista e como é rejeitado pela escola de belas artes e aconselhado a ir para a arquitetura. Esconde outros fatos como é lógico e esperado. Hitler queiram ou não era extremamente socialista embora somente em consideração ao povo alemão devido ao declarado e acentuado racismo que advogava e que achava necessário para se defender a nacionalidade. Era socialista na medida que achava que todo alemão deveria ter seu pedaço de terra e toda a assistência médica e do estado para sua vida e manutenção o que aliás achava que isso era uma tradição vinda de Bismarck.Declara no entanto que todas as raças, como ele as chamava, fora a dos arianos eram inferiores, particularmente negros e judeus.Em seu livro deixa claro que pensa que todos os males por que passava a Alemanha e o mundo era culpa do judeus que queriam dominar o mundo pelo poder econômico e fala que os judeus achavam que no fim do mundo todos os povos seriam destruídos e ficariam apenas os judeus. O livro é escrito sempre na primeira pessoa e de forma opinativa. Distribui este em duas partes sendo que na primeira subdivide-o em XII capítulos e a 2ª parte em XV capítulos. Nessa divisão ele na primeira parte fala desde seu nascimento até os primeiros contatos com o partido.Nesse discurso conta como passou necessidade em sua vida e demonstra como a fome o acompanhou durante essa etapa. Conta como acabou voluntário durante a primeira guerra, os efeitos que bombas de gaz fizeram sobre ele, a lama, a fome e as bombas, a covardia de certos companheiros, seu ferimento e a volta para casa. Conta como se revoltou com a ação dos marxistas e sobre a greve nas fabricas de munição e a revolução que foi deflagrada na Alemanha em plena guerra e coloca a culpa disso em judeus marxistas. Fala das glórias da historia dos povos alemães. Da monarquia. Desce o pau nos Habsburgos e exalta os Hohenzolern, exalta Bismarck!Neste livro será uma constante a acusação aos judeus e a revolução alemã de 1918 que destronou o império de Guilherme II, revolução feita pela liga espartaquista de Rosa de Luxemburgo posteriormente assassinada pelos Freikorps. O racismo para Hitler era uma garantia de nacionalismo contrario a internacionalização pregada pelos comunistas.Na segunda parte do livro ele descreve o crescimento do partido e suas lutas contra os comunistas. A criação de sua tropa de assalto. Suas idéias sobre a propaganda. A escolha do símbolo indiano da suastica. A Escolha das cores da bandeira do III Reich. Suas intenções políticas de expansão e o uso momentâneo das raças inferiores. Um nova potência alemã de 250.000.000 de alemães puros dominando a Europa. Possivelmente o mundo como é de se esperar.Da fórmulas de subsistência onde relaciona área territorial com o número de habitantes dizendo que uma nação nunca chegaria a ser potência sem terras suficientes para seu auto sustento. Visão de época.O livro é isso. As sua idéias e a sua filosofia. O livro é escrito antes de ele tomar o poder assim sendo nada havia de concreto ainda mas ele realizaria na íntegra tudo o que expõem em seu livro. Persegue os judeus. Tenta conquistar territórios que considera ser por direito da Alemanha. Mas erra em suas alianças. Não consegue a aliança com a Inglaterra que em seu livro declara ser essencial. Faz aliança com a Rússia a que fala em seu livro que nunca deveria fazer por que os russos odeiam os alemães e não cumpririam acordos e nisso acerta em cheio. Na segunda parte do livro ele vai desde sua entrada para o partido nazista até o capitulo final onde reafirma políticas internacionais e de convivência com outros povos e por último fala da ocupação do Ruhr pelos franceses como a mola para a reação alemã as humilhações dos tratados pós guerra e termina seu livro prevendo um julgamento de todos pela história. Eu aconselho a estudantes de história e de política a leitura com a mente atenta e fria par se obter um idéia de como certas coisas podem ocorrer dentro das nações e dos povos. Só o pleno conhecimento é que pode nos colocar na defesa de certas idéias que como vírus se transmudam para continuar agindo e causando a destruição e a infelicidade dos povos. Devemos ter muito cuidado principalmente com a religião que hoje é base para a discriminação entre as pessoas e nações.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Mein Kampf 2ª Parte -confissão De Racismo Pelo Autor!
- Hitler O Nazismo
- Mein Kampf Em Seu Capitulo X. Causas Primárias Do Colapso.
- Sinopse Do Filme Lista De Schindler
- O Poder Da Palavra
- Mein Kampf (minha Luta)
- Mein Kampf 2ª Parte Capitulo Xii-sindicatos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online