PUBLICIDADE

Página Principal : História


O Exército Romano



Roma era poderosa devido ao seu exército, de uma força soberba e bem treinado, com uma disciplina e armas superiores à maioria dos seus inimigos.
A base do exército era a legião, de dimensões variáveis, que no tempo de Augusto tinha seis mil homens, todos cidadãos romanos voluntários, que serviam durante vinte anos. A legião dividia-se em 30 manípulos e estes em duas centúrias. Os principais oficiais eram os centuriões, cada um responsável por cem homens, derivando daí o nome de centúria.
Nos anos 200 d. C. a legião tinha apenas dois mil homens.
Cada legião contava com o apoio de uma força auxiliar de não romanos mobilizados para o exército, que tinha mais ou menos a mesma quantidade de homens.
A força total de um exército variava, tendo com Augusto 28 legiões, que eram deslocadas de local para local conforme as necessidades da defesa.
As legiões eram leais apenas aos seus próprios generais, conferindo-lhes popularidade e poder, como foi o caso de Júlio César.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Os Três Poderes Em Roma. Fim Do Império
- Imperador Tibério
- Esparta Um Estado Guerreiro
- O Primeiro Imperador Romano
- Guerras Púnicas
- A Educação Na Antiguidade Greco-romana (2)
- A Linha De Frente Do Racismo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online