PUBLICIDADE

Página Principal : História


Perseguição aos Cristãos




Por uma grande variedade de razões, os primitivos cristãos foram perseguidos pelos Romanos. A razão mais importante, era talvez, por não se conformarem com a religião do Estado, o que era uma traição. Além do mais, circulavam rumores a respeito dos cristãos por estes se encontrarem em locais secretos onde tomavam parte em estranhos rituais, que desagradavam a Roma.
Os cristãos das classes superiores eram decapitados, os outros eram queimados ou comidos pelas feras, como entretenimento público.
Em 64 d. C., o Imperador Nero, ao procurar bodes expiatórios para o incêndio de Roma, deu inicio a esta perseguição que terminou nos tempos do Imperador Constantino, um cristão, e Licínio, em 313 d. C..


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- O Cristão E A Influência Da "política"
- Oficialização Do Cristianismo Romano
- Claudio O Imperador
- A Europa Medieval _ Parte I
- Declínio De Roma
- As 7 Maravilhas Da Era Medieval. O Coliseu De Roma
- Inquisição

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online