PUBLICIDADE

Página Principal : Lei Geral


A SEDUÇÃO NO DISCURSO



Além da linguagem ser de grande importância, ela é como uma chama que jamais se extingue, pois pode ser eternamente avivada, quando escrita pode ser guardada, quando falada pode ser gravada, uma palavra pode mudar o rumo de uma história. Podemos perceber que vivemos repetindo palavras que foram ditas há mais de 2 mil anos e que ainda hoje servem como exemplo para várias situações da vida. Apesar da existência de várias formas de comunicação, a fala, além de ser a forma mais prática e mais utilizada e também a mais envolvente.

No Direito, a linguagem falada e escrita, se constituem ferramentas de trabalho que podem levar ao sucesso ou fracasso de quem faz uso delas. Além da linguagem a expressão corporal deve ser observada a fim de evitar postura incorreta, bem como, uma má interpretação sobre o caráter.

ARGUMENTAÇÃO

Os recursos disponíveis para convencer uma audiência a respeito de um assunto qualquer são a argumentação e a retórica.

A argumentação foi chamada por Aristóteles de provas dialéticas.

O raciocínio dialético trata do que é razoável nos elementos que o discurso utiliza enquanto o raciocínio analítico atua com proposições necessárias de afirmações universais cuja validade consiste no fato de tratar de verdades genéricas.

Há um ditado que diz, quando acaba o argumento impera a violência, num tribunal de júri, quando acaba o argumento vem a derrota, razão pela qual é fundamental que a argumentação seja impecável e convincente.

RETÓRICA

A retórica pode ser definida como a arte de falar bem, a arte de usar todos os recursos da linguagem com o objetivo de provocar um determinado efeito nos ouvintes.

Se, no passado, a arte do convencimento decidia o destino dos cidadãos de uma comunidade, no presente sua importância é incontestável, à medida que enfrentamos questões bastante semelhantes, que basicamente dizem a respeito às disputas entre os seres humanos.

POSTURAS FÍSICAS

A linguagem corporal também é um complemento poderoso à evocação de emoções legítimas, sinceras e nobres. Uma arma poderosa para realizar ?contra-ataques silenciosos?, para contrapor-se a afirmações expressas por outra pessoa. Às vezes estes gestos podem ser mais fortes que discursos inteiros.

OS DEBATES

Seduzir o júri é utilizar todos os recursos para fazer com que cada jurado se reporte à situação fática que resultou o cometimento da violência.

A arte de falar bem às vezes é interpretada erroneamente, pois, falar bem não é falar difícil, ou se pronunciar de forma que o ouvinte tenha que ter em mãos um dicionário para entender o discurso. Falar bem é usar corretamente as palavras onde todos possam entender o que se diz, a palavra deve ser adequada ao momento e ao tipo de pessoas que se fazem presentes no tribunal, pois a platéia é composta por pessoas com níveis culturais diferentes, com grau de estudo diferente e principalmente capacidade de interpretação muito diferente.

O operador do direito não pode apenas contar com os seus conhecimentos objetivos do direito, deve reunir um conjunto de informações inerentes ao bom jurista.

O mundo se constitui um grande teatro, em seu palco cada um representa bem ou mal o seu papel, o melhor sempre será o vencedor.


Veja mais em: Lei Geral

Artigos Relacionados


- O Poder Da Linguagem Nos Tribunais De Júri
- O Império Retórico. Retórica E Argumentação
- Linguagem
- "nossa LÍngua? De Quem?"
- O Tudo Comunicar
- Foreign Language Aquisition , Research And The Classroom
- ComunicaÇÃo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online