PUBLICIDADE

Página Principal : Lei Geral


Da Posse



Posse = estado de aparência juridicamente relevante. É a exteriorização do poder de uma pessoa sobre a coisa. Quem tem de fato o exercício da coisa tem a posse.

- O Direito proteje quem e mostra como aparente titular do direito - motivo: garantir segurança jurídica, o questionamento continuo de quem aparenta ter posse causaria grande instabilidade e confusão 

-Jus possidendi - direito de posse + propriedade. Tem algum título - discussão se trava no chamado juízo petitório = discute o direito de propriedade, por isso leva em conta a existência de algum título de propriedade. Ex.: ação reivindicatória

-Jus possessionis - direito fundado no fato da posse, no aspecto externo = posse formal. Independe de título, é discutido no juízo possessório. Discute-se apenas a posse, por isso tem caráter provisório. Ex.: ações possessórias.

obs: Propriedade pode se de coisas corpóreas e incorpóreas = direito só é adquirido por título justo e de acordo com as normas vigentes.

*Corpus = elação materil com a coisa, exterioridade d prpriedade ou pssiblidade de contato

* Animus Dominus = elemento sujetivo, vontade de te a coisa como sua

* Affectio Tenendi = age comoo dono agiria

* Detenção = posse degenerada, ordenamento não proteje. Ocorre nos casos em que a lei considera o poder físico sobre a coisa um obstáculo a aquisição da coisa

Teoria Subjetiva de Savigny

Posse = corpus + animus dominus

Detenção = corpus + afectio tenendi

Essa teoria não resolve casos de relação contratual onde não há o animus mais há o interesse de proteção da posse. Ainda considera o furtador como um possuidor por ter as características acima.

Teoria Objetiva de Jhering

Posse = corpus + affectio tenendi

corpus = conduta de dono = exteriorização da propriedade

Para essa teoria somente o impedimento legl levaria a posse a detenção. A detenção para Jhering é uma posse deteriorada.

Fâmulos da posse = mero servidor do verdadeiro possuidor. Ex.: adiministrador da propriedade imóvel. Não tem poder de usufruir economicamente da coisa que esta guardando

Nenhuma posse pode ser unilateralmente alterada. É preciso negócio jurídico.

É ônus do devedor indicar o verdadeiro possuidor atravès do instituto de nomeação a autoria.


Veja mais em: Lei Geral

Artigos Relacionados


- FÂmulo Da Posse
- Princípios Do Direito Do Trabalho
- Crime Consumado E A Iter Criminis
- Papa Paulo 16
- Traduzindo A Linguagem Dos Políticos.
- Gestão De Negócios
- Palavrass

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online