PUBLICIDADE

Página Principal : Política


Coroando a Democracia Brasileira I



Coroando a Democracia Brasileira I
Rever o sistema de governo brasileiro e levar a sério a idéia de monarquia parlamentar é urgente para quem realmente almeja mudanças.
Considerando que é um sistema moderno, eficaz e barato, as grandes potências mundiais regidas pela monarquia, como Suécia, Noruega, Dinamarca, Holanda, Inglaterra, Bélgica, Espanha, Canadá, Austrália e Japão, que estão entre os 18 países inclusos na lista das 25 nações mais ricas e democráticas do mundo.
Durante o Império, o Brasil era país de primeiro mundo, ao lado dos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e França. O brasileiro tinha elevada auto-estima. Todos se orgulhavam de ser brasileiro. Tínhamos uma moeda forte (o mil reis), economia invejável. Importantíssima industria naval e a Marinha Brasileira era uma das mais importantes do mundo; uma das maiores redes ferroviárias do mundo; os primeiros sistemas de correios, telégrafos e comunicação das Americas. A diplomacia brasileira era uma das primeiras do mundo, tendo o imperador D. Pedro II resolvido questões da França, Alemanha e Itália. Era a segunda maior autoridade moral, depois do Papa.
O Brasil era uma real democracia. Os eleitores somavam 13% da população. Na Inglaterra eram 7%; Itália 2%; Portugal 8%. Apenas os Estados Unidos superavam o Brasil, com 18%. Quando foi implantada a Republica, apenas 2,2% da população tinham direito ao voto, até 1930, quando 5,6% podiam eleger seus representantes.
A Republica está sendo questionada em todas as nações sérias, que tem objetivos de evoluir. A monarquia é, fora de dúvida o melhor sistema de governo. No plano econômico, durante o Império, entre 1841 e 1889, embora por 10 vezes tenha subido o Orçamento Geral do Império, a verba de manutenção da Casa Imperial foi sempre a mesma: 800 contos de reis anuais, ou seja 67 contos de reis por mês. Com isso, o Imperador mantinha sua família, custeou a Guerra do Paraguai, educava os herdeiros e também pessoas como Carlos Gomes e tantos outros. Logo na Proclamação da República, o ordenado do primeiro Presidente era de 120 contos de reis mensais. Quase o dobro.
Em 67 anos de Império, a inflação era de 1,58%. Nos primeiros 45 dias de República, 30%; em 1890 41% e 1891, 50%. O salário de um trabalhador sem qualificações era de 25 mil reis (hoje, 5 salários mínimos).
A família imperial era abolicionista convicta e o Imperador estimulava alforrias em massa, premiando os senhores que libertavam todos os cativos. Não tinham nenhum escravo. O atraso na escravidão era mantido por insistência das elites e problemas políticos. Entre a nobreza, altos funcionários do Império e políticos tinham várias pessoas de origem africana, como André Rebouças, seu irmão Antonio Rebouças, o Barão de Guaraciaba, entre outros.
No sistema monárquico, a economia é preservada. Já não existem cortes que usufruam luxos desnecessários. Nos momentos difíceis, os monarcas são os primeiros a dar exemplo. Na crise do petróleo, vários monarcas europeus passaram a se locomover de ônibus, bonde. Será que algum Presidente do Brasil faria isso?
Quando D. Pedro II e sua família foi exilado, os golpistas republicanos lhe ofereceram 5 mil contos de reis. O Imperador repudiou o gesto, perguntando com que autoridade era oferecido um dinheiro que pertencia ao povo brasileiro.
Desde a instalação da República, o Brasil teve 12 estados de sítio, 17 Atos Institucionais, 6 dissoluções do Congresso Nacional (sendo 1 pelo primeiro Presidente), 19 rebeliões militares, 3 renúncias presidenciais, 3 presidentes impedidos de tomar posse, 4 presidentes depostos, 7 constituições diferentes, 2 longos períodos de ditadura, 9 governos reconhecidamente autoritários, inúmeras cassações, banimentos, exílios, intervenções em sindicatos e universidades, fechamento de órgãos de imprensa, censuras, e muitas, muitas arbitrariedades; 10 repúblicas, 9 golpes de estado.
Se no Brasil a monarquia funcionaria? Continuaremos na próxima.


Veja mais em: Política

Artigos Relacionados


- I Guerra Mundial
- Imperio No Brasil
- Os Habsburgos
- Http://imperiodobrazil.blogs Pot.com
- Trajetoria Política Do Brasil
- Republica Nova
- O Museu Imperial E A Memória Nacional

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online