PUBLICIDADE

Página Principal : Política


O tsunami latino





Os candidatos à presidência dos Estados Unidos em nenhum momento da campanha têm falado na América latina, exceto quando o tema imigração vem à tona, mas nesse caso o assunto é tratado como problema doméstico e não como assunto de relações internacionais no qual poderia ser ventilado o desenvolvimento econômico de América latina, entre outras coisas.

Esse descaso, além de mostrar falhas na estratégia da campanha política mostra a falta de interesse dos americanos por América latina o que alias é uma questão cultural. Peter Hakin, diretor do centro de estudos Dialogo Interamericano revela que América latina nunca foi alvo de atenção por parte dos Estados Unidos. O fato é que América latina nunca foi ameaça para os Estados Unidos e o caricato Hugo Chávez não passa de alguém incômodo.

Uma pesquisa feita pelo Zogby Internacional revelou que a região mais importante para os americanos é o oriente médio, ficando América latina um pouco acima de África.

Os republicanos não têm vez com os latinos. Os democratas podem levar a fatia dos hispânicos, mas essa pode ser uma armadilha para Barack Obama porque os latinos não votam a favor de um candidato Afro-americano por preconceito racial. Uma pesquisa de New American Media revelou que quase 50% dos hispânicos têm medo dos afro-americanos.

Os hispânicos são o bloco étnico maior dos Estados Unidos é o que revelou o pesquisador John Zogby, mais precisamente os hispânicos constituem 11% dos eleitores nas eleições para presidente nos Estados Unidos. A nação americana esta prestes a ver um tsunami de votantes latinos que irão às urnas em massa, como uma reação ao crescente sentimento anti-imigratório nos Estados Unidos, desencadeado pelos apresentadores da CNN e Fox News.

Obama pode reverter esse quadro aliando-se a personalidades latinas e adotando um comportamento contra os apresentadores da CNN e Fox News que abertamente lançaram uma cruzada anti-imigrante, criando uma atmosfera hostil para a comunidade hispânica, sentimento este que pode vir a crescer e ter como paralelo a propaganda anti-semita e culminar com um novo Auschwitz.

Há quem diga que a aversão dos hispânicos a os afro-americanos é apenas teoria, tanto é que as primárias da Flórida refutaram essa teoria.

Para Hillary Clinton o lado mulher pesou muito para os latino-americanos, que dão muito valor ao lado materno, ao lutar para manter unida a sua família durante os escândalos sexuais de Clinton em 1990. Época em que Clinton ainda tocava o saxofone, como todo negro que se preza.


Veja mais em: Política

Artigos Relacionados


- Obama, O Presidente De Todas As Tribos
- Barack Hussein Obama
- As Frases Que Marcaram O Discurso De Tomada De Posse De Barack Obama
- O Fim Do Século 20 E O Fim Da Era Moderna
- O Insuportável Brilho Dos Estados Unidos
- Eleições Americanas
- Contos Chineses

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online