PUBLICIDADE

Página Principal : Política


A Servidão Natural. In: A Política




A Servidão Natural. In: A Política ? Aristóteles


Aristóteles indaga se a natureza faz de um homem escravo e se a escravidão é justa, útil ou contra a natureza. Conclui que; além de necessário é vantajoso que alguns sejam destinados ao mando e outros à obediência. Segundo o filósofo, uns nasceram para mandar e outros para obedecer. Para ele, é mais nobre comandar homens do que animais. A alma deve comandar o corpo. Quando acontece o oposto é um erro o qual vai contra a natureza. Aristóteles entende que em todas as espécies a natureza fez a fêmea subordinada ao macho. E a espécie humana não é exceção. Ele acredita que todos aquele que não tem nada melhor para oferecer além de seus corpos, estão condenados pela natureza à escravidão. São os dotados de instintos os quais não fazem uso da razão. Incapazes de guiar a si próprios. A natureza fez fortes/robustos e fracos. Dotados de força para trabalhos forçados e outros mais esquios, incapazes de tais trabalhos e mais dotados para o exercício da liberdade, da política e da paz.




Veja mais em: Política

Artigos Relacionados


- O Poder Do Senhor Ou ?despótico?. In: A Política
- O Homem, ?animal Cívico?. In: A Política
- Diferenças Entre O ?despotismo? E O Poder Político. In: A Política
- A Formação Da Cidade. In: A Política
- A Política
- Das Diversas Formas De Governo. In: A Política
- Os Direitos De Número. In: A Política

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online