PUBLICIDADE

Página Principal : Política


Grandeza desejável do Estado. In: A Política




Grandeza desejável do Estado. In: A Política ? Aristóteles


Aristóteles escreve que, muitos consideram que a felicidade de um Estado ou de uma cidade depende de sua grandeza. Porém, diz ele que a grandeza de uma cidade não consiste na população que nela habita mas sim na sua realização plena. Segundo Aristóteles, ?é o número extraordinário de cidadãos que constitui uma grande cidade, um grande Estado? e não um grande número de escravos e operários. Para Aristóteles, é quase impossível que um Estado ou uma cidade muito povoada sejam bem governados. Para ele, uma cidade também deve possuir a sua ?justa medida de grandeza?. Uma cidade muito pequena está sujeita a faltas enquanto que uma muito grande está sujeita a desordem e ao caos. Outro fator importante é que na nomeação/distribuição de cargos  ?segundo o mérito? faz-se necessário que os cidadãos se conheçam, o que não ocorre numa cidade muito grande. A extensão territorial de um Estado deve ser compatível para a boa assistência ?para se poder perceber imediatamente onde é preciso socorro e levá-lo até lá?.




Veja mais em: Política

Artigos Relacionados


- Os Elementos Necessários à Existência Da Cidade. In: A Política
- A Política
- Disposição Interior. In: A Política
- A Especialização Das Funções. In: A Política
- A Partilha Dos Bens. In: A Política
- A Formação Da Cidade. In: A Política
- Da Origem Do Estado. In: A Política

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online