PUBLICIDADE

Página Principal : História


Lembranças de 1848. parte 2



Tocqueville, refletindo sobre as causas da revolução de 24 de
fevereiro, aponta tanto as ?grandes causas? quanto os ?acidentes?:
?A Revolução Industrial que, há trinta anos, fez de Paris a primeira
cidade manufatureira da França e atraiu a seus muros uma nova população
de operários, a quem as obras das fortificações acrescentaram todo um
povo de agricultores agora sem trabalho; o ardor dos gozos materiais
que, sob o aguilhão do governo, excitava cada vez mais essa multidão; a
inquietação democrática da inveja que minava surdamente; as teorias
econômicas que tendiam a fazer crer que as misérias humanas eram obra
das leis e não da Providência, e que a pobreza podia ser suprimida
mudando-se a base da sociedade; o desprezo que se devotava à classe
governante, sobretudo aos homens que a encabeçavam, desprezo tão geral
e profundo que paralisou a resistência daqueles a quem mais interessava
a manutenção do poder que se derrubava; a centralização que reduziu
toda a operação revolucionária a apoderar-se de Paris e pôr a mão sobre
a máquina administrativa; a mobilidade enfim de todas as coisas,
instituições, idéias, costumes e homens em uma sociedade movediça, que
fora sacudida por sete grandes revoluções em menos de sessenta
anos(...) os erros e a desordem mental desses ministros tão incapazes de
consolidar o que tinham bastante fortes para abalar; as hesitações dos
generais, a ausência dos únicos príncipes dotados de popularidade e
energia; e, sobretudo, a imbecilidade senil do rei Luís
Filipe.?(TOCQUEVILLE, 1991:84)?.
Tocqueville afirma afim o ?caráter socialista? da revolução que acabara
de ocorrer.Destaca que o poder agora estava nas mãos do povo armado,
que controlava Paris e através dela toda a França, graças a grande
centralização administrativa.Haveria lá também uma moralidade especial
para os tempos revolucionários, formada por uma longa experiência
histórica nesses acontecimentos, e foram essas tradições
revolucionárias que remontam à Primeira República francesa que
impulsionaram a insurreição de fevereiro.Mas logo após a queda da
monarquia de julho, diz Tocqueville, houve uma enorme difusão das
teorias socialistas, várias teorias socialistas diferentes, que teriam
o objetivo comum de modificar a base da sociedade para eliminar a
miséria.Essas teorias exprimiriam na verdade os desejos do povo que,
não conseguindo melhorar sua vida pela mudança das instituições
políticas, se inclinava para o ataque ao direito de propriedade, ?o
fundamento da nossa ordem social.?(TOCQUEVILLE, 1991:95).
O próprio Tocqueville decidiu se dedicar, então, à defesa do direito de
propriedade, e se elegeu deputado pelo departamento da Mancha assim que
o governo provisório convocou eleições.Retornando ao seu departamento,
descobre que entre as classes populares rurais não existia a agitação
socialista.Pelo contrário, os camponeses se assustavam com as propostas
socialistas de abolição da propriedade, já que eles mesmos eram
pequenos proprietários.Isso provocou a união dos grandes e pequenos
proprietários rurais contra os operários de Paris.
Como resultado, as eleições foram majoritariamente contrárias aos
revolucionários, qualificados por Tocqueville como ?demagogos? e
acusados de serem os responsáveis pela mobilização dos operários contra
as classes possuidoras.Na Assembléia Constituinte, além de um grupo
conservador majoritário, existia uma ? montanha?, à imagem da montanha
da Convenção da Primeira República.Essa ?montanha? no entanto estava
dividida em dois grupos rivais: os ?revolucionários da velha escola? e
os socialistas (Tocqueville, 1991:119).
Em 15 de maio de 1848, uma multidão liderada por militantes socialistas
invadiu a Assembléia Constituinte e tentou obrigá-la a votar o apoio
militar à Polônia, pesados impostos sobre os ricos, à retirada de
tropas de Paris e a proibição de tocar o alarme.Essa multidão, contudo,
foi dispersa pelas tropas da Guarda Nacional, e seus pri


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- O Dezoito Brumário De Louis Bonaparte
- Governo Provisório & Derrota Dos Socialistas
- A Comuna De Paris
- Comuna De Paris
- Balsas De Bicmac Sobre Rios De Coca-cola
- Revolução Francesa
- Revolução Francesa

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online