PUBLICIDADE

Página Principal : Política


O Ensino e a Burocracia



O Enem tornou-se a menina dos olhos do Ministério da Educação do Brasil.

Há uma mítica ao redor dele que afirma ser o mesmo o melhor meio de ingresso nas universidades mas expõe a fragilidade de um país que afirma em sua constituição que a educação é direito de todos e na verdade não o é!

Explico:

Para ser direito de todos significaria dizer que qualquer um possui acesso simples e pode estudar em uma universidade pública mas não é bem essa a realidade.

Somente os aprovados em um exame feito pra "selecionar os melhores" é que possuirão o acesso ao "Eldorado da Sapiência".

Ora não era acesso geral que deveria ocorrer? Qualque um? Por qual razão devemos segregar? Selecionar? Todos não somos iguais?

Mas há os que possuem um discurso segregacionista e preconceituoso no qual dizem que nem todos estão aptos a cursar uma universidade pública e por isso devem ser descartados para que os mais "Hábeis " possam usufruir de melhor o que a universidade tem ao invés dos menos hábeis que em tése apenas ocupariam o lugar destes sem evoluir no ensino.

Ficou provado em uma análise que alunos oriundos das classes menos favorecidas que entraram em universidades públicas se mostraram de igual desenvolvimento quando não melhor que os filhos da riqueza que hoje ocupam todos os postos ou a maioria das cadeiras das universidades públicas.

Mais uma vez o ensino público é dominado pelos mais abastados financeiramente enquanto os menos favorecidos tem de se formar em universidades pagas de qualidade duvidosa, o ensino enquanto isso na rede estadual é sucateado nas escolas de ensino médio.

Me parece coisa de teoria da conspiração mas é real! Enquanto as escolas particulares melhoram e preparam os estudantes para o acesso ao Eldorado, as escolas públicas comandadas pelos governos preparam os alunos para serem somente analfabetos funcionais.

Triste a história de um país que um dia teve uma lei de diretrizes e bases da Educação que garantiria o acesso a todos e a mesma como todas as demais leis se perdeu.

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação de 1996/94 teve misteriosamente ocultados os artigos que tratavam do ingresso que poderia ser admitido por análise de histórico escolar.

Com o método informado anteriormente , bons alunos poderiam acessar a universidade primeiro que aqueles que sempre foram péssimos alunos.

Todavia os Governos insistem em não adotar meios que permitissem ao povo cursar aquilo que lhe é devido e mantém os filhos da elite nos cursos como forma de controlar as massas.

Isso pode e deve mudar o mais breve sob pena de gerar um país fadado as injustiças para todo sempre.

E como todos sabem:

Onde não há justiça e igualdade, nunca haverá fraternidade!

A Paz só será possível quando todos forem iguais.

Vitor Amazonas


Veja mais em: Política

Artigos Relacionados


- Sistema De Cotas Nas Universidades - Solução Ou Problema
- O Despreparo Do Futuro Profº De Ed. Física Diante Das Pessoas Com Necessidades Educativas Especiais
- Formação De Professores
- Painel Da Educação No Brasil
- EducaÇÃo: Uma Das Poucas Saídas Da Pobreza
- A Necessidade Do Especialista De EducaÇÃo FÍsica No Ensino Fundamental
- Diversidade Também Se Aprende Na Pré-escola

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online