PUBLICIDADE

Página Principal : Comunicações e Mídia


Radical Chique



O autor fala da "revolução" do jornalismo a partir da década de 50. Fala de jornalistas que ousaram ser diferentes e escreveram de forma muito mais literária, misturando os gêneros, vivendo com profundidade e convivendo com os "personagens" da notícia.
Destaque para Jornalismo Gonzo, inventado por Hunter Thompson, propôs a quebra do que distingue o jornalismo da ficção: o compromisso com a verdade. Esse gênero, que é uma subcategoria do Jornalismo Literário, prima pela desobediência aos padrões e insiste nas temáticas: sexo, drogas, esporte e política. O gonzo jornalista precisa viver a experiência e assim, acaba por interferir no destino da história. A reportagem ou ensaio, geralmente é mais focado na experiência que no fato e pequenos detalhes ganham dimensão exagerada. Além disso, muitas vezes a narração é feita em primeira pessoa. Thompson afirma que o gonzo jornalista precisa ter o talento de um grande jornalista, os olhos de um fotógrafo e a ação de um ator, ou seja, deve viver o fato e reportá-lo enquanto estiver acontecendo.
Na seqüencia do livro, vários artigos que o autor escreveu na época. Vale a pena conferir estas experiência diferenciadas.


Veja mais em: Comunicações e Mídia

Artigos Relacionados


- Jornalismo E Esfera Civil
- Entrevista - O Diálogo Possível
- A Saga Dos Cães Perdidos
- 15 Minutos
- O Jornalismo Na Era Da Publicidade
- A Tirania Da Comunicação
- Jornalismo Online Vs Impresso (will Blogs Kill Old Media?)

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online