PUBLICIDADE

Página Principal : Comunicações e Mídia


A obra de arte na época das suas técnicas de reprodução



Este ensaio de Walter Benjamin é um verdadeiro estudo sobre arte e
comunicação, com uma adequada base na história social da arte, nos
estudos de Marx sobre o modo de produção e as próprias técnicas de
produção e reprodução na pintura, fotografia, teatro e cinema.Segundo Benjamin, a partir de um certo período da história do Ocidente, à obra de arte foi atribuída uma aura.
O conceito de aura liga-se a noções de singularidade, de unidade e de
culto, pois a obra de arte era tratada como portadora destas
características especiais, e a sua apreciação era considerada como uma
experiência única. As tecnologias de reprodução do cinema e da
fotografia, combinadas com a sua instrumentalização comercial e
política, provocam não apenas a destruição da aura, mas também a mercantilização da cultura e a "estetização
política" dos fascistas. A cultura alienada, nascida da sociedade
alienada, se submete a ditaduras do mercado e do Estado e deste modo
reforça a dominação daqueles sobre a sociedade como um todo e sobre
cada indivíduo em particular. Benjamin, entretanto,
enxerga ainda uma pequena centelha de esperança no horizonte da luta
pela emancipação, pois a derrota da aura representa a derrota da arte
burguesa tradicional e abre a possibilidade da difusão do prazer
estético para as multidões, e aponta uma táctica em uma das frentes de luta contra o fascismo: "politizar a arte".


Veja mais em: Comunicações e Mídia

Artigos Relacionados


- História Da Arte
- A Linha De Tempo Da História Da Arte
- A História Da Arte
- Renascimento E Maneirismo
- Vida Monstrenca,contracultura En El Infierno Postmoderno
- A Moda é Como O Cinema: Não é Nada
- O Que é Literatura

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online