PUBLICIDADE

Página Principal : Comunicações e Mídia


O texto jornalístico



O JOrnalismo incube-se de atualizar o nível de informação da população com velocidade impossível de ser repetida por outros meios, e o jornalista é o responsável por sua qualidade e profundidade. desta forma, a boa notícia não é a bem escrita, mas sim a verdadeira, antes de tudo, e o jornalismo define a verdade como uma adequação do discurso à realidade. Assim, o jornalismo enfrenta dificudades como distinguir o que é necesspario ser divulgado ou que se deseja que seja divulgado. Na verdade, este é um problema da sociedade em que o jornalismo é praticado.O jornalismo se distingue da ciência por ser um discurso de aparências, enquanto o discurso cientifico é de essências, mas ambos pretendem que a verdade objetiva existe e se pode discorrer sobre ela. Porém, a informação cientifica se ditige a publicos especificos e razoavelmente homogeneos, enquanto a informação jornalistica se dirige a um publico diverso e disperso , que pode ignorar a informação. Por isso, o jornalismo também tem que ser atraente.Nos primeiros tempos do jornalismo haviam dois circuitos: o oficial e o privado. Apenas 150 anos após a invenção da imprensa por Guttemberg, o jornalismo passou a atingir um publico muito grande de pessoas, e isso se deu pela difusão da alfabetização e a expansão dos serviços de correio. desde então, o jornalismo tende a seguir as máximas de Grice, sempre orientado para os fatos e não para as suas versões. Entretanto, não se deve achar que não há nada do discurso retórico no jornalismo, pois ele está imerso em relações sociais e políticas retóricas.O jornalismo nasce no inicio da idade moderna com a tarefa de confrontar a aristicracia a serviço da ideologia burguesa. Nesta época, opinião, informação e interpretação se misturavam nas páginas dos jornais. Na contemporaneidade, as normas básicas seguidas pela imprensa são oriundas da escola americana, pois estas são versateis o bastante para conviver com diferentes ideologias.No Brasil, os primeiros veículos de informação periódica antecedem em pouco a independência. Nesta época os veículos eram efêmeros e empregavam escritores literários em seus postso de trabalho. Porém, após a década de 40 houve um abandono dos paradigmas literários com a industrialização da informação e a profissionalização dos jornalistas, o que levou a uma queda acentuada na qualidade dos mesmo.


Veja mais em: Comunicações e Mídia

Artigos Relacionados


- O Jornalismo Na Era Da Publicidade
- Radical Chique
- Jornalismo Online Vs Impresso (will Blogs Kill Old Media?)
- Entrevista - O Diálogo Possível
- O Mito Da Imparcialidade Colocado à Prova:estudo Da Tendência Do Texto Através Da Reação Do Receptor
- A Velocidade Como Fetiche ? O Discurso Jornalístico
- A Saga Dos Cães Perdidos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online