PUBLICIDADE

Página Principal : Comunicações e Mídia


Reality Show



O reality show

O reality show transforma os telespectadores em ávidos vigilantes, julgadores, carrascos e invasores do espaço privado, ou seja, sobre a vida dos protagonistas. Tanto os telespectadores como os protagonistas são manipulados porque os programas buscam criar aquelas emoções que aumentam o índice do IBOPE gerando lucratividade, de tal forma que a imprevisibilidade característica do reality show seja previsível para os organizadores, sem que os telespectadores percebam ou quando percebida que não seja questionada por fazer parte do jogo. 

Mas, o que gera um público disposto a passar seu tempo assistindo um reality show? Para o Telespectador, a sua vida parece tão medíocre que precisa procurar em outras vidas reais algumas compensações? Existe ocultado em cada telespectador a vontade de invadir a vida alheia, que não faz no cotidiano, mas pratica por meio dos programas?

As hipóteses apresentadas não descortinam a complexibilidade que é o jogo social e econômico envolvido em torno do reality show, mas servem para a reflexão.

A primeira é a necessidade de compensações ilusórias. Ao se defrontar com problemas alheios mais graves que os do seu cotidiano, tais situações podem confortar ou consolar para que o telespectador possa conviver com seus próprios problemas.  A segunda, o desejo de invasão na vida alheia, traduzida no acompanhamento diário das situações que ocorrem no reality show, onde o telespectador não está somente assistindo um programa, mas o vivendo e interagindo porque agregam atributos altamente desejáveis: observar, julgar e condenar, sem que se considere todo o contexto de vida dos protagonistas fora do programa e a manipulação existente sobre o que e como observa.

Na vida cotidiana o sujeito social observa, julga e condena, mas não pode explicitar porque afeta as suas relações sociais e profissionais, mas pode expor pelo reality show, moralmente aceito pelo senso comum, já que os protagonistas autorizaram a invasão do público. Assim, o telespectador passa acreditar que possui um poder, obviamente ilusório.

No caso no BBB, um telefonema é expressão concreta da execução do julgamento e a sensação envolvida satisfaz o ego humano. A terceira suposição é a necessidade da exclusão de si mesmo e do outro. O telespectador para observar se transporta para um campo intermediário entre a sua vida cotidiana e o reality show, nas palavras de Martín Barbero em um ?outro lugar?. Investido de um poder ilusório exclui temporariamente a si mesmo, na medida em que julga e condena as ações que também pratica ou tenha praticado ou exclui a realidade da sua vida. Ao mesmo tempo, a exclusão do outro pelas semelhanças de si mesmo, as totalmente avessas ou que percebe como socialmente condenáveis. Sejam quais forem as razões, a exclusão do outro se pauta pela identidade do telespectador e não do protagonista.

O campo intermediário serve então como um refúgio, já que o telespectador não pode excluir o outro diretamente a partir da sua identidade e de sua vida porque corre o risco de estar observando, julgando e condenando a si mesmo.

A quarta hipótese seja a mediocridade na contextualização da realidade da vida, por parte do telespectador ávido pelo reality show, que busca nos campos intermediários se tornar um outro sujeito, aquilo que não consegue exercer ou não pode ser em seu cotidiano. A necessidade de invadir o espaço alheio e dele se desfrutar reflete o quanto o telespectador está longe de se tornar um ser cidadão para cuidar de sua própria vida, em lutar para estar realizado no campo pessoal e no convívio social, de tal forma que não precise ser mais uma marionete lucrativa dos programas de reality show.  


Veja mais em: Comunicações e Mídia

Artigos Relacionados


- Paranóia
- Eternal Black Women Prisoners Of The Color Of The Skin
- Cinema Na Escola
- Remakes - O Massacre Da Serra Elétrica
- Big Brother / O Inicio...
- A Vida Em Directo (the Truman Show)
- Anti-herói Americano

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online