PUBLICIDADE

Página Principal : Comunicações e Mídia


Escrever




Escrever è uma tarefa ingrata. Gastamos letras e mais letras, e raramente alguém consegue fazer alguma mudança importante no mundo escrevendo. Muitas vezes, para uma obra ser reconhecida, admirada e valorizada, requer séculos de ponderação dos pensadores mais inteligentes sobre ela, e mesmo assim, quando isto acontece, uma multidão de críticos a rutula de ultrapassada.

Escrever pode ser a maneira mais interessante de se dar, ou mesmo de se encontrar em meio à vários tipos de idéias. Algumas vezes o escritor escreve para si mesmo. É possível que esse tipo fetichista consiga encontrar algumas dezenas de leitores. É um mundo repleto de possibilidades, mas convenhamos que, quanto mais gente concorda com as idéias geradas por um texto, mais verdadeiro e pertinente aquele texto se torna, mesmo quando sabemos que ainda é possível encontrar textos totalmente mentirosos levados à sério só porque um grupo de acadêmicos considera que aquelas idéias fazem parte da realidade de todas as outras pessoas do mundo.

Escrever é uma atividade emocionante, claro, para os que dão vazão à suas emoções. Para aqueles que gostam de escrever dados e estatísticas, geografias e economias, escrever é basicamente descrever realidades que mudam a cada segundo. Sabe-se lá se o mendigo de Nova York se tornou milionário por um bilhete de loteria, e resolveu ajudar outros vinte mendigos amigos seus, que correspondem a mais ou menos 0,00000001% dos mendigos existentes em Nova York, exatamente no momento em que o sujeito finalizou um texto sobre as diferenças econômicas da sociedade norte-americana. Mas o que sobra são, mais ou menos, as estatísticas. Nenhum sentimento o levou a escrever esta literatura assim importante, a não ser o sentimento de que esses dados são o máximo, que todos deviam saber, porque o escritor também tinha o sentimento que poderia mudar o mundo. O seu mundo.

Apesar disto tudo, escrever é uma atividade importante para as pessoas, tanto para os escritores quanto para os leitores. A escrita, bem ou mal escrita, sempre terá sua importância. Um dia, aquele escritor fetichista, com suas precisas estatísticas, não se sentirá feliz escrevendo, montará uma pequena barraca de sanduíches, e com 3 anos, terá uma imensa rede de franquias, e descobrirá qual a importância que todos aqueles números e representações estatísticas tinham em sua vida, e todos serão felizes para sempre.


Veja mais em: Comunicações e Mídia

Artigos Relacionados


- Leitura, Escrita, Habilidades Do Ser Humano
- ?a Natureza Da Escritura?
- Inspiraçâo
- Cobrir Letrinhas Não Alfabetiza
- Sociologia Do Romance
- A Arte De Escrever Com Arte
- Que é A Literatura?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online