PUBLICIDADE

Página Principal : Antropologia


Mulheres Italo-Americanas na Literatura



O presente ensaio explica que esteriotipos, desde prostitutas à encarnação da Virgem Maria, abarcam os papeis contraditórios e multifacetados das mulheres Italo-Americanas na literatura italo-americana, escrita quer por homens ou por mulheres dessa nacionalidade. O autor defende que a literatura narra que a classe social, diferenças de religião, a tradição Americana, a construção de sucesso e as formas, muitas vezes contraditórias, da experiência familiar e imigrante, têm entrado em conflito com a experiência feminina na America. O ensaio faz uma revisão de obras como o recente romance de Pietro di Donato "Christ in Concret", "The Godfather" de Mario Puzo, do romance "Umbertina" de Helen Barolini assim como da sua colecção de ensaios pessoais e escolásticos "Chiaroscuro", e do texto "Writing With an Accent" de Evidge Guinta, de forma a demonstrar que por detrás destes esteriótipos limitados emergem papeis mais complexos e individualizados das vidas das mulheres Italo-Americanas.


Veja mais em: Antropologia

Artigos Relacionados


- A Depressão Feminina Em Literatura
- O Rumor Da Língua
- O Direito à Literatura E Outros Ensaios
- Macunaíma, Mário De Andrade E A Construção Da Cultura Brasileira
- Domínios Da História: História Das Mulheres
- Simone De Beauvoir
- Desigualdade De Gênero E Desenvolvimento Econômico No Brasil

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online