PUBLICIDADE

Página Principal : Antropologia


Marcel Mauss "o Hall"



Morgam e Taylor - Evolução e Unidade da espécie humana -
Parentesco e casamento - promiscuidade primitiva - germe de idéias - instituições domésticas aquisições mais importantes.
E. Durkheim Marcel Mauss O Positivismo separa as Ciencias, Conte tem um avisão atomista, influenciando o neo-positivismo.
ATOMISMO--------& gt;ENERGIA------------->CONTINUO (REVOLUÇÃO INDUSTRIAL)
OS POVOS DO NOVO MEXICO E AMERINDIOS DA COSTA NORDESTE
Tribos de economia litorania, viviam da pesca e artesanato, outras tribos do norte eram canibais, os cultos religiosos tinham rituais macabros, culto a Dionísio o meso deus Baco, cultura do exeço, Apolínios. Tem concepção de família e hereditariedade (referencia ao nome próprio). tem economia medida em mantas, referencia ao cobre. Cobram dote no casamento e tem a obrigação de dar presentes (referencia da tribo DOBU) Faziam parte do Kula (comércio entre as ilhas de Dobu e Trobriand) referncia monetaria em conchas. A acumulação de riquezas se dava através da acumulação de bens, dote, casamento ou morte de alguem mais rico. Chamanizmo nas tribos Guaiaquiut, DOBU, Puguet O CRISANTENO E A ESPADA De Ruth Benedict, estudo sobre a cultura japonesa em meados de junho de 1944, pois os americanos precisavam de uma visão sobre o japão (habitos, pensaentos, emoções, objetivos) end traz observação sobre hierarquia. A hierarquia politica era fechada e caiu na segunda metade do sec/XIX Imperador - decorativo Xogum - General do Japão Daimos - Senhores Feudais Samurais - Exercito A fidelidade suprema (chu) ao imperador só era possivel porque ele possuia a divindade, sem essa qualidade não seria possivel o CHU, pois não se ama a quem se deve. As gueixas não eram prostitutas (significa mulher das artes) viviam em casas especiais, a embriaguez e a masturbação são sentimentos humanos só não podem interferir na vida familiar. ( O complexo de Portnui)
FENOMENOS SOCIAIS Variam conforme o substrato social é estudado na fisiologia de Durkheim. nos fatos socias (COLEÇÃO GRANDES CIENTISTAS SOCIAIS) As varias comunicações determinam a foma do agir, a maneira de ser coletiva (liga o substrato social a morfologia e a fisiologia) caracterizando o fato social - maneira de agir que exerce uma forma de coersão em forma de INSTITUIÇÕES - LER - "As formas elementares da classifcação" ponte entre Duerkheim e Mauss - "idéia do Totem" relacionando coisa - meio - pessoa, buscando as classificações - discução ente os "Zuni", "algumas formas primitivas de classificação" pg 399-495
FATOS ---------------> CONEXÃO------------> CONSCIENCIA INDIVIDUAL SOCIAIS MENTE INDIVIDUAL------------------> CONEXÃO---------> ORDEM SOCIAL
AS LIMITAÇÕES DO METODO COMPARATIVO - F.BOAS Existencia de leis gerais Semelhanças culturais são resultado do trabalho uniforme da mente humana e não mais uma conexão histórica metodo - Isolar e Classificar - condiões externas as quais o povo vive - causas internas Comparação de Fenomenos Historia Uniforme Suposição dos fenomenos Culturais do desemvolvimento estnológicos semelhantes desemvolveram-se da mesma maneira O METODO COMPARATIVO * Desemvolvimento Hipotetico * Uso indiscriminado de evidencias culturais para provar uma conexão historica * Compara resultados de desemvolvimento * Supõem conexão diante de semelhanças
O METODO HISTÓRICO * Busca das leis gerais * Analise do meio ambiente e condições psicologicas * Analise da história do desemvolvimento * Compara o processo de desemvolvimento As forças a que se dirigem os ritos não levam necessariamente a idéia de Deus - surge a idéia de mito Relações de tempo espaço (categorias do entendimento) - são ligadas a natureza, dando a conexao com a eternidade.
EMPIRISMO - INSTITUIÇOES (MORAIS E ECONOMICAS) CONHECIMENTO RAZÃO - REPRESENTAÇÕES COLETIVAS - RELIGIÃO É ESSENCIAL P/ O CONHECIMENTO TOTEM - FORÇA NATURAL E SOBRENATURAL bibliografia Introdução a Durkheim, ed atica, antonio rodrigues " Mauss ", ed atica, roberto cardoso de oliveira Sociedade contra o estado, Pierre Clastres HAU Tomati Ranapari 1909 Sociedade e antropologia , Mauss, Introdução a Levi Strauss BEST MAUSS. Marshal Salins, R. firth, Levi Strauss - morte e tecnicas do corpo, relaçoes sociais e praticas da sociologia e da psicologia 1950 bibliografia complementar Reedcliffe Brown * Mfreed 1881 - Reginald 1955 - estrutura social Malinowski, Branislau * 1884 - 1942 - fundador, menor aprofundamento de analise, idéia de função (I.Trobrinad) Evans Pritchard * 1902 - 1972 - Historia Moderna - sudão ( Azande)


Veja mais em: Antropologia

Artigos Relacionados


- As Regras Do Método Sociológico
- O Pensamento Selvagem
- Conceito Do Facto Social Total
- Ciência Política
- As Regras Do MÉtodo SociolÓgico
- A Cultura
- Hegel E Marx: Uma VisÃo Da Cultura

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online