PUBLICIDADE

Página Principal : História


Brasil, amado Brasil, porque te maltratam tanto?



Brasil, amado Brasil!  Porque te maltratam tanto?

Descoberto em 1500 por Pedro Álvares Cabral, 3º filho de Fernão Cabral, nascido em 1467 ou 1468 em Portugal, numa vila chamada Belmonte.

Na realidade, Cabral partiu de Portugal com ?destino? às Índias e, por acaso, descobriu o Brasil, avistando o Monte Pascoal no litoral sul da Bahia. Cabral tomou posse, em nome da Coroa Portuguesa, da nova terra, a qual denominou de "Ilha de Vera Cruz.  Ali, em 1500, começava a exploração desenfreada da nossa gente e da nossa terra. De um lado, viram que nossa terra era rica em ouro e madeira; de outro, usaram os próprios nativos como mão de obra escrava e como ?pagamento? davam para os índios pedaços de espelhos, vidros e outras porcarias quaisquer.

O tempo foi passando, passando e passando... Enquanto isso nossa madeira e nosso ouro eram roubados, roubados e roubados. Essa exploração por que passa o povo brasileiro é antiga, muito antiga, desde o descobrimento.

Com o golpe militar de 15 de novembro de 1889, que depôs Dom Pedro II, o Brasil deixa de ser um império português e passa a se denominar República, que perdura até hoje. Uma democracia presidencialista! Será?

Talvez os brasileiros, da época, penssassem o seguinte: acabou a exploração!

Ledo engano. Ali, em 1889, começava uma nova fase de exploração da burguesia sobre a massa popular... E isso se estende até os dias de hoje.

E o Brasil, passou por vários sistemas de governo até que em 1º de abril de 1964 foi instalado, pelo Exército Brasileiro,  um novo regime governamental: Regime Militar Ditatorial, que perdurou até 1986, com a chegada das Diretas Já!

Os novos governantes diziam que o Brasil iria respirar ares de pura democracia, com o perdão inclusive daqueles políticos e partidários que haviam sido ?expulsos? e estavam exilados em outros países afora.

Agora a democracia seria a mola mestra de governabilidade e todo o povo poderia expressar suas convicções, principalmente as convicçoes partidárias políticas.

Mas as coisas mudaram e há muito tempo os políticos e governantes criaram, na calada da noite ou nas reuniões secretas em seus suntuosos escritórios e mansões, um outro regime governamental chamado IMPUNIDADE. Estamos, a pleno vapor, numa nova (nem tão nova assim) fase da política brasileira: Eles, os políticos (?) fazem o que bem entendem, inclusive ROUBAR (e roubam muito) a nação e depois negam, negam e negam.

São pegos com a boca na butija e continuam negando qualquer partcipação. Dizem que são perseguidos por adversários políticos. São uns artistas, no mau sentido é claro.

Lembram do Paulo Maluf e do Celso Pitta, ambos foram prefeitos em São Paulo. Diversas ações na justiça contra os dois foram feitas. Denúncias corroboradas por documentos e contas bancárias em paraísos fiscais, inclusive as assinaturas nesses documentos eram comprovadamente dos acusados, mas negaram e usaram a PODRE imunidade parlamentar e NUNCA foram presos ou tiveram seus direitos políticos cassados para sempre. E o Sr Paulo Maluf ainda conseguiu se eleger deputado Federal pelo estado de São Paulo!!!

Atualmenta há o caso do Zé Arruda, lá no Distrito Federal. O sujeito e seus cupichas foram filmados recebendo propinas, guardadas até em meias e cuecas. Gravaram as conversas onde dividiam a bufunfa e NADA, mais uma vez, aconteceu! E nem vai acontecer. O escândalo já dura 2 semanas e NINGUÉM foi preso!!!

O governador do DF disse que aqueles 50 mil reais eram para comprar panetones. Panetone? Que cara de pau deslavada! Esse governador é PHD em cinismo, com toda certeza!

Os estudantes e outros brasileiros foram para as ruas de Brasília, apenas para protestarem contra essa vergonha nacional, pedindo a renúncia imediata do governador propineiro. E qual é a reação da Polícia Militar, que foi criada para defender a população? Baixaram o pau (literalmente) na galera; usaram a cavalaria contra os protestantes e o comando da PM disse que aquilo era normal, dadas as circunstâncias. Agora é normal dar pancadas no povo e aceitar os desvios de conduta da MAIORIA dos políticos, que dilaceram e se apoderam dos recursos públicos em prol da própria causa?

Se alguém é pego ?roubando? um pão, uma caixa de leite ou um pacote de bolacha, que muitas vezes é para saciar sua fome ou dos filhos,vai preso na hora. Vai para a cadeia, é fichado,  processado e ainda toma uns cascudos para deixar de ser besta.

Sei que é errado roubar, sob quaisquer circunstâncias. Mas se é para enquadrar, que todos sejam enquadrados. Principalmente aqueles canalhas que roubam milhões do povo brasileiro.

E vem aí 2010, ano de eleições. Infelizmente muitos canalhas continuarão no poder e outros novos canalhas serão eleitos e tudo ficará como está: cadeia para o humilde! Milhões de reais desviados para paraísos fiscais e impunidade para os canalhões.

Seria tudo isso culpa do Cabral?


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Os Governantes Paulistas Alastrando A Violencia Sobre Todo Os Pais(especial Amazonas)
- História Do Brasil
- Brasil, 509 Anos ? Democracia Frágil
- Análise Crítica Da Carta De Pero Vaz De Caminha
- Sinais Da História-8º Ano
- A Carta Do Descobrimento Do Brasil
- O Povo Brasileiro

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online