PUBLICIDADE

Página Principal : Antropologia


Mitos dos índios Kayapós (2)



Como os peixes e animais pertenceram no início ao genêro humano. assim também o sol e a lua. O Sol era um índio valente, a Luz  um índio manso. Quando, depois de terem caçado juntos, a Luz reclamou que o sol tinha ficado com a gordura toda, o Sol zangou-se e atirou a comida quente em sua companheira, queimando-lhe a barriga. São as cicatrizes da queimadura que hoje aparecem como manchas lunares. A Lua, desapontada e contrariada, deixou a Terra e passou para o Céu. O sol sempre perseguidor, foi atrás dela, porém sem nunca alcançá-la. Malogrados os seus intentos contra a Lua, o Sol começoou a perseguir os filhos da Terra, especialmente os que moravam no nascente. Enviando-lhes um calor tão abrasador que seus cabelos ficaram da côr do fogo. Em represália, os índios atiraram muitas flexas ao Sol. E estas ainda visíveis, como raios solares, ao nascer e põr do sol.


Veja mais em: Antropologia

Artigos Relacionados


- Poema De Mario De Andrade.
- Bíblia - A Criação Do Universo
- O índio Brasileiro E O Direito Autoral
- Lenda De Ogum
- Miscigenação No Brasil
- Matar , Por DistraÇÃo
- Enterrem Meu Coração Na Curva Do Rio

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online