PUBLICIDADE

Página Principal : Antropologia


Festas Juninas - Origem



História das
festas
juninas

Antes de Cristo já havia a festa de S. João, mas com outro significado. Eram as fogueiras que saudavam a chegada do verão europeu. Até que, no século 6, a igreja católica associou essas celebrações pagãs ao aniversário do santo. No Brasil, as festas juninas são populares desde 1583. Os bárbaros comemoravam o solstício do verão no dia 22 ou 23 de junho, o momento em que o sol volta a incidir em cheio sobre o hemisfério norte. Os cultos pagões eram rituais de abundância e fertilidade. Havia sacrifício de animais. O cristianismo apenas converteu tal tradição. Uma seita celta acende grandes fogueiras ao redor do mundo nesse período. Em Portugal se inclui o dia do nascimento de Santo Antônio de Pádua. Morreu na Itália em 13 de junho de 1195 e S. Pedro em 29 de junho. As festas foram transportadas de Portugal para o Brasil colonial onde houve adesão dos índios. A partir de 1930 o nacionalismo de Vargas estimulou a busca da identidade cultural dos brasileiros, aí as festas foram incorporadas ao nosso folclore.

Fonte de Pesquisa USP



Veja mais em: Antropologia

Artigos Relacionados


- Festa Junina
- Viva São João!
- Senadores Tiram Dez Dias De Folga Para Dançar Quadrilha
- A Vida De Santo AntÔnio
- Datas Comemorativas _ 12 De Junho
- Aniversário De Jesus
- O Natal Se Origina Em Tradições Mais Antigas Que O Cristianismo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online