PUBLICIDADE

Página Principal : Antropologia


A Imigração e a Colonização Européia no Sul



Incentivar a ocupação do Brasil meridional teve por finalidade garantir a ocupação do território para a Coroa Portuguesa. Já no período colonial se incentivava a vinda de imigrantes europeu para o povoamento do Sul.

Após a independência o Governo Imperial estimulou a implantação da pequena propriedade, atraindo imigrantes pela distribuição de lotes de terras nos núcleos agrícolas que estavam sendo formados na região; aumentando a produção de alimentos para o mercado interno nacional, liberando o latifúndio monocultor e exportador dessa produção.

O Sul foi caracterizado como um sistema de organização do espaço agrário assentado na pequena propriedade; ao contrario do restante do país, onde o regime de doações de terras, as sesmarias. Esse sistema propiciou as condições para o desenvolvimento do latifúndio improdutivo e monocultor.

Como colonos, os imigrantes que chegaram ao sul do Brasil tinham a posse da terra; diferentemente do processo utilizado posteriormente em São Paulo, onde foi utilizada mão-de-obra imigrante assalariada. 



Veja mais em: Antropologia

Artigos Relacionados


- As Raízes Da Concentração Fundiária No Brasil
- Historia Da Vida Privada No Brasil 2
- Colonização Da América
- Primeiros Imigrantes
- A Imigração Italiana Para O Sul Do Brasil
- Empresa Açucareira E Tráfico Negreiro _ Brasil Colônia
- Formação Econômica Do Brasil - Capítulo 01

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online