PUBLICIDADE

Página Principal : Antropologia


A Imigração Italiana para o Sul do Brasil



Os primeiros imigrantes italianos chegaram junto com a princesa napolitana Teresa Cristina, noiva de Dom Pedro II, em 1840. Mas esse fluxo migratório intensificou-se depois que a Alemanha proibiu a imigração para o Brasil, em 1859.

O imigrante italiano acabou substituindo o alemão na colonização do Sul.

No final do século XIX, a Itália passava por um difícil período econômico e social. Unificada em 1861, estava entre os paises europeus mais pobres.

Sem empregos nas cidades, muitos italianos foram obrigados a procurar trabalho e vida melhores fora da Itália. A emigração passou a ser encarada como a solução para a crise econômica, social e política _ motivada pelas lutas para terminar com a fragmentação territorial típica do período feudal e da unificação do Estado Nacional.

Os primeiros imigrantes italianos fixaram-se no Rio Grande do Sul, em terras devolutas distribuídas pelo Governo Imperial nas encostas e nas áreas planálticas a noroeste de Porto Alegre.

Nessas áreas os italianos desenvolveram a cultura da uva e a fabricação de vinho. 



Veja mais em: Antropologia

Artigos Relacionados


- Imigração: As Mudanças Sociais Na Republica Velha
- Primeiros Imigrantes
- Kasato Maru
- Ópera " O Imigrante"
- Jundiai/sp - Brasil
- A Imigração Alemã
- A Imigração E A Colonização Européia No Sul

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online