PUBLICIDADE

Página Principal : Economia


Desenvolvimento Economico



Esta obra e? de grande valia para os estudiosos do desenvolvimento econômico, o autor tem uma vasta experiência em assuntos relacionados a economias subdesenvolvidas e desenvolvimento econômico. A obra e composta de 12 capítulos bem definidos e estruturados, a sua análise inicia nas origens da questão do subdesenvolvimento como produto de desenvolvimento em uma perspectiva histórica muito bem direcionada. O desenvolvimento econômico tem raízes teóricas e empíricas originarias das crises econômicas nos países europeus e americanos principalmente no século XX, os conceitos de crescimento e desenvolvimento são bem evidenciados com análise das conseqüências do desenvolvimento antes da Segunda Guerra Mundial, assim como, a caracterização de uma economia subdesenvolvida conceituando economia de subsistência, setor de mercado interno e setor de mercado externo. As analises vão discorrendo de uma maneira dinâmica, principalmente nos capítulos 1 ao 6, estes capítulos envolvem fatos relacionados ao desenvolvimento segundo as varias concepções teóricas de economistas clássicos, marxistas, o desenvolvimento segundo Malthus, Keynes e Kalecki, a visão Schumpeteriana, o desenvolvimento segundo a Cepal e o desenvolvimentismo no Brasil e? abordado no capítulo 7, entre os principais itens abordado estão analises sobre as teses de Raul Prebisch e de Hans Singer, assim como as suas criticas; a teoria da dependência como abordagem neocepalina; o pensamentoe neoliberal de Eugenio Gudin; os desenvolvimentistas ligados ao setor privado como Roberto Simonsen e o planejamento global inclusive Almeida Magalhães e a tese da poupança forcada; os desenvolvimentistas ligados ao setor publico dando destaques ao Celso Furtado e a corrente nacionalista, Roberto Campos e a corrente não-nacionalista; a corrente socialista de Inácio Rangel e por fim algumas teses que ocasionaram debates após 1964. No capítulo 8, a análise se da em torno das principais estratégias de industrialização e desenvolvimento econômico abordadas como: o crescimento equilibrado ou estratégia de grande impulso; desenvolvimento como cadeia de desequilíbrios; independência tecnológica e industrialização destacando os principais setores-chave da econômica brasileira e a mudança de estrutura econômica na década de 1980/1991. O capítulo 9 e? abordado a agricultura e o desenvolvimento econômico, nesta parte do livro o autor destaca o papel da agricultura no desenvolvimento de uma nação; a agricultura e o dualismo tecnológico; a agricultura e o crescimento econômico no Brasil; conflito entre abastecimento e exportação; a mobilidade da mão-de-obra e agroindústria; a transferência de recursos e expansão do mercado e por fim as inovações tecnológicas da agricultura. O Reent-Seeking, ou seja a busca de ganhos improdutivos e o desenvolvimento são destaques do capítulo 10, as abordagens são em relação a renda econômica e bem-estar-social; a formação e a mensuração do rent-seeking e o Papel do excedente de renda e do Estado. A teoria evolucionista do desenvolvimento econômico a desindustrialização das economias avançadas e os modelos neoclássicos de crescimento econômico são abordadas no capítulo 11 em Outras Abordagens do Desenvolvimento Econômico e por fim o capítulo 12 da? destaque ao comercio internacional e ao desenvolvimento econômico, envolvendo principalmente os tópicos: Crescimento pela expansão das exportações; a teoria da base exportadora; o crescimento por substituição de importações contextualizando com evidencias empíricas de crescimento econômico na Índia, China, Coréia do Sul e Brasil.Este livro presenteara' aos amantes da economia como ciência social uma analise global do Desenvolvimento Economico em um contexto realístico e humanitário.


Veja mais em: Economia

Artigos Relacionados



 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online