PUBLICIDADE

Página Principal : Economia


Incoerências do Sistema Tributário do Brasil



O convívio do brasileiro com uma economia de juros altos e pesada carga tributária não é recente. Desde os primórdios da nossa história convivemos com impostos altos que, num contexto em que a máquina administrativa se torna cada vez mais cara, a cada mudança de rumo da economia, o peso tributário tem aumentado.
Uma particularidade do sistema fiscal brasileiro, os impostos cobrados ?em cascata? e suas implicações para a sociedade.
A política tributária brasileira é identificada como uma das principais causas do alto índice de desemprego e de pobreza no Brasil. A obscuridade e desorganização do sistema tributário, ajudou a retardar o desenvolvimento econômico e a evolução social do país.
Infelizmente, o cidadão comum ainda não sabe que é ele o principal contribuinte de todos os impostos. Esse fato acontece porque o valor dos impostos já está embutido nos preços dos supermercados, shoppings, lojas, etc. Com o nosso atual modelo tributário o governo impossibilita o cidadão de saber o quanto paga, de impostos, todas as vezes que faz suas compras. O método brasileiro de recolhimento de impostos propicia ineficiência econômica, subornos, corrupção, desemprego e pobreza.
De uma maneira imperceptível são os cidadãos comuns que sustentam a nação com mais da metade dos seus rendimentos. Uma quantia exagerada que poderia ser utilizada na fomentação da economia e na geração de emprego.
No Brasil, a carga de impostos é acrescentada no decorrer do processo produtivo. O recolhimento tem início na colheita ou mineração passando pelas etapas de industrialização, de distribuição atacadista e continuam até chegar ao varejo, onde, o consumidor paga os impostos anexados ao preço do produto durante as etapas produtivas. Na grande maioria dos casos, a soma desses impostos ultrapassa o valor do próprio produto, de modo que mais da metade do preço final constitui impostos embutidos.
Por essa razão os produtos brasileiros são mais caros que os equivalentes importados. Essa diferença, às vezes disfarçada por operações cambiais, traz conseqüências para a sociedade e a economia do país, gerando altos índices de desemprego e inúmeros bolsões de pobreza.
Os três principais problemas causados pelos impostos embutidos são:
1 - Aumenta o preço para o consumidor final e diminui o lucro do produtor.
2 - Para cada 2 Reais, retirado como imposto no início da cadeia produtiva (na indústria), o consumidor paga dezenas de Reais no final da linha de comercialização (no varejo).
3 - Esconde o real custo público do país.
No atual modelo tributário o cidadão não sabe exatamente o quanto lhe custa manter o país. Além disso convive-se com um efeito multiplicador de impostos. Apesar de alguns segmentos da sociedade defender a tributação apenas no varejo, que poderia baixar preços, estimular exportações, gerar emprego e elevar os salários sem comprometer a arrecadação do governo, o sistema tributário não aponta para mudanças imediatas, o que nos obriga a conviver com uma das maiores cargas tributárias do mundo.





Veja mais em: Economia

Artigos Relacionados


- Questão Comentada - Fato Gerador
- Conceito De Direito Tributário Ou Direito Fiscal
- Mapa Da Mina - Isbn 85-902913-2-4
- A Guerra Dos Mascates
- A População Economicamente Ativa E A Distribuição De Renda No Brasil
- A Sociedade Francesa às Vésperas Da Revolução
- 32 Maneiras De Se Escrever A Palavra Deus

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online