PUBLICIDADE

Página Principal : Economia


A interiorização do Desenvolvimento no Estado de São Paulo



Este estudo visa traçar um comparativo entre as diversas regiões administrativas do Estado de São Paulo dentro do panorama da interiorização do desenvolvimento.
Há pelo menos quatro décadas ao longo do processo industrial, o interior do Estado de São Paulo, tem mantido sua participação, acompanhando a média de crescimento do país. Porém, tal processo se deu de maneira complementar às necessidades do centro industrial dominante, a Grande São Paulo, à "grosso modo" com o crescimento da chamada agroindústria - basicamente de soja, citros, cana e carne.
O processo descontracionista sofrido pela região da Grande São Paulo não fez com que esta deixasse de ser a mais importante região econômica do país. A região saiu fortalecida deste processo, uma vez que as empresas que permaneceram na região foram aquelas que se modernizaram com investimentos em tecnologia, o que lhes proporcionou a oportunidade de lutar em condições de igualdade com as empresas do mercado globalizado.
Existe uma região compreendida em um raio de 150 km do centro da capital, onde se situam municípios como Campinas, Sorocaba, Santos, Jundiaí, São José dos Campos, entre outros, onde o processo de interiorização foi mais intenso. O motivo pelo qual esta "nova concentração" ocorreu, é a proximidade com o maior mercado consumidor do país, localizado em uma área de grande densidade demográfica e interligada por excelentes rodovias. As empresas transferiram suas plantas para estas regiões em busca da diminuição dos custos de produção, como mão de obra e infraestrutura.
A relevância do estudo para entender o processo de interiorização do desenvolvimento nos leva a estudar alguns outros indicadores, tais como níveis de emprego, renda, IDH, qualidade de vida, violência e índices de preços e posteriormente,fazer comparações entre as regiões e seus principais municípios.
O estudo está embasado no movimento iniciado a partir do plano de metas, com incentivos federais à expansão da economia no interior do país e foca o período compreendido entre o início dos anos 90 até os dias atuais, confrontando dados e séries históricas dos municípios e suas respectivas regiões administrativas. Utiliza-se como base os dados coletados na Fundação Seade, IBGE, Associações Comerciais, Industriais e Agroindustriais, entre outros.


Veja mais em: Economia

Artigos Relacionados


- Os Pricipais Movimentos Internos E A Emigração No Brasil
- A Regionalização
- A Região Sudeste
- Migrações Internas No Brasil - Reflexo Daorg. Do Espaço Desequilbrada
- Califórnia, Não. Texas(efeito Etanol)
- Jundiai/sp - Brasil
- Imigração E Colonização Parte Iii

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online