PUBLICIDADE

Página Principal : Economia


Elasticidade



ELASTICIDADES

ELASTICIDADE
: Medida da resposta da quantidade demandada ou da quantidade ofertada a variações em seus determinantes.

ELASTICIDADE-PREÇO DA Demanda (Epp): mede o quanto a quantidade demandada responde a variações no preço. A elasticidade-preço é a variação percentual da quantidade demandada decorrente de uma variação percentual do preço do bem em questão;

DETERMINANTES:
Necessidades versus supérfluos: os bens necessários tendem a ter demandas inelásticas. Cabe ressaltar que a classificação de um bem como supérfluo ou necessário não depende das propriedades intrínsecas do bem, mas das preferências do comprador;
Disponibilidade de substitutos próximos: bens com substitutos próximos tentem a ter uma demanda mais elástica porque é mais fácil para os consumidores trocar um bem por outro;

DETERMINANTES:
Definição de mercado: a elasticidade da demanda depende de como são traçados os limites do mercado. Mercados definidos de forma restrita tendem a ter uma demanda mais elástica que mercados definidos de forma ampla, uma vez que é mais fácil encontrar substitutos próximos para bens definidos de forma restrita. Exemplo: comida de forma ampla e sorvete de baunilha;
Horizonte temporal: os bens tendem a ter uma demanda mais elástica em grandes horizontes temporais. Quando o preço da gasolina aumenta, a demanda cai pouco nos primeiros meses. No entanto, com o passar do tempo, as pessoas compram carros mais econômicos, passam a usar o transporte coletivo e se mudam para mais perto do local de trabalho. Em alguns anos, mantido o preço elevado, a quantidade demandada de gasolina cai substancialmente.

VARIEDADE DAS CURVAS DE DEMANDA
Demanda perfeitamente inelástica Epp = 0 (um aumento de preço deixa a quantidade demandada inalterada);
Demanda Inelástica 0 < Epp < 1,0;
Demanda com elasticidade unitária Epp = 1,0 (um aumento de preço tem como conseqüência uma redução da quantidade demandada em magnitude menor);
Demanda elástica Epp > 1,0 (um aumento de preço tem como conseqüência uma redução na quantidade demandada em magnitude maior);
· Demanda Perfeitamente Elástica Epp = ¥ (a um determinado preço, os consumidores compram qualquer quantidade).

ELASTICIDADE-RENDA DA DEMANDA (Er): medida de quanto a quantidade demandada de um bem varia em relação às variações na renda dos consumidores. A elasticidade-renda é a variação percentual da quantidade demandada decorrente de uma variação percentual da renda do(s) consumidor(es).

CLASSIFICAÇÃO DOS BENS SEGUNDO A Er:
· Bem Normal: Er > 0;
· Bem Normal Supérfluo ou de Luxo: Er > 1,0;
· Bem Normal Necessário: 0 £ Er £ 1,0;
· Bem Inferior: Er < 0,0.

ELASTICIDADE-PREÇO CRUZADA DA DEMANDA (Exy): mede a variação percentual da quantidade do bem X decorrente da variação do preço do Bem Y;
Exy = > 0,0 Bens Substitutos;
Exy = < 0,0 Bens Complementares.

ELASTICIDADE-PREÇO DA OFERTA (Es): mede a variação percentual da quantidade ofertada decorrente de uma variação percentual no preço.

VARIEDADE DAS CURVAS DE OFERTA
Es = 0 Curva de Oferta Perfeitamente Inelástica;
Es< 1,0 Curva de Oferta Inelástica;
Es > 1,0 Curva de Oferta Elástica;
Es = 1,0 Oferta com elasticidade unitária;
Es = infinito Oferta perfeitamente elástica.


Veja mais em: Economia

Artigos Relacionados


- El Equilibrio Del Mercado
- História Do Pensamento Econômico
- Para Entender Economês
- Moeda2
- Sobre A Renda Da Terra
- Política Monetária E Inflação
- Moeda

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online