PUBLICIDADE

Página Principal : Economia


Taylor e adminstração -Taylorismo ou Administração científica



Taylorismo
ou Administração científica é o modelo de administração desenvolvido
pelo engenheiro estadunidense Frederick Winslow Taylor (1856-1915), que
é considerado o pai da administração científica.

Princípios da Administração Científica
Taylor pretendia definir princípios científicos para a administração
das empresas. Tinha por objetivo resolver os problemas que resultam das
relações entre os operários, como consequência modificam-se as relações
humanas dentro da empresa, o bom operário não discute as ordens, nem as
instruções, faz o que lhe mandam fazer.

Os quatro princípios fundamentais da administração Científica são:

1. Princípio do planejamento
2. Princípio da preparação dos trabalhadores
3. Princípio do controle
4. Princípio da execução

O Princípio do Planejamento
Consiste em substituir o critério individual do operário, a improvisação e o empirismo por métodos planejados e testados.

O Princípio da preparação dos trabalhadores
Consiste em selecionar cientificamente os trabalhadores de acordo com
suas aptidões, prepará-los e treiná-los para produzirem mais e melhor,
de acordo com o método planejado, e em preparar máquinas e equipamentos
em um arranjo físico e disposição racional. Pressupõe o estudo das
tarefas ou dos tempos e movimentos e a Lei da fadiga.

O Princípio de Controle
Consiste em controlar o trabalho para se certificar de que o mesmo está
sendo executado de acordo com o método estabelecido e segundo o plano
de produção.

O Princípio da Execução
Consiste em distribuir distintamente as atribuições e as
responsabilidades para que a execução do trabalho seja o mais
disciplinado possível.

* Em relação ao desenvolvimento de pessoal e seus resultados:
acreditava que oferecendo instruções sistemáticas e adequadas aos
trabalhadores, ou seja, treinando-os, haveria possibilidade de fazê-los
produzir mais e com melhor qualidade.
* Em relação ao planejamento a atuação dos processos: achava que
todo e qualquer trabalho necessita, preliminarmente, de um estudo para
que seja determinada uma metodologia própria visando sempre o seu
máximo desenvolvimento.
* Em relação a produtividade e à participação dos recursos
humanos: estabelecida a co-participação entre o capital e o trabalho,
cujo resultado refletirá em menores custos, salários mais elevados e,
principalmente, em aumentos de níveis de produtividade.
* Em relação ao autocontrole das atividades desenvolvidas e às
normas procedimentais: introduziu o controle com o objetivo de que o
trabalho seja executado de acordo com uma seqüência e um tempo
pré-programados, de modo a não haver desperdício operacional. Inseriu,
também, a supervisão funcional, estabelecendo que todas as fases de um
trabalho devem ser acompanhadas de modo a verificar se as operações
estão sendo desenvolvidas em conformidades com as instruções
programadas. Finalmente, apontou que estas instruções programadas
devem, sistematicamente, ser transmitidas a todos os empregados


Veja mais em: Economia

Artigos Relacionados


- Teoria Geral Administração
- O Senhor Do Tempo
- Princípios Básicos Da Administração Pública
- Princípios Direito Administrativo
- Princípios Gerais Do Direito Ambiental
- AdministraÇÃo De Estoques
- O Sistema Just In Time E Kanban.

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online