PUBLICIDADE

Página Principal : História


Escola dos Annales



OS ANNALES: A RENOVAÇÃO TEÓRICO-METOLÓGICA E ?UTÓPICA? DA HISTÓRIA PELA RECONSTRUÇÃO DO TEMPO HISTÓRICO

?A base do método histórico é a ?representação do tempo histórico?. Os gregos criaram a história, contudo eles tinham a preocupação de ser antitemporal, estavam preocupados com o eterno e não com as mudanças transitórias.
A criação da história por Heródoto significou uma revolução cultural já que este se preocupava com as coisas vividas, com a temporalidade. A história era a ?ciência nova? das ações do homem no tempo.
O historiador se interessa pelas construções humanas, pelo passado e suas relações com o presente. Sendo assim o passado não está morto, pois o presente é tão somente fruto dele.
As experiências humanas e o modo como elas são vistas criam a representação do tempo histórico e esta organiza a percepção das experiências humanas. A representação do tempo histórico é subjetiva determinada pela temporalidade e pensamento de uma época.
Os Annales ao se aproximarem das ciências sociais modificaram a concepção de tempo histórico. As ciências sociais usam o conceito de ? estrutura social?, buscando encontrar no mundo regularidades assim como na física, na matemática. Este conceito torna o evento irrelevante.
A história aceita esta influência, porém continua analisando as mudanças e inserindo os eventos em uma ordem sucessiva. A ?longa duração? é a transcrição para a linguagem temporal dos historiadores da estrutura atemporal das ciências sociais.
Para os Annales o homem não só constrói a história, mas também é construído por ela.
Com a irrelevância dada aos eventos, a história aumentou seu leque de fontes históricas servindo-se de todos os meios para preencher as lacunas deixadas pelas fontes.
A história também passou a ser vista como a história-problema, o historiador dentro desta perspectiva olha o passado e o interroga construindo os argumentos necessários à comprovação de suas hipóteses. Reconhece-se também a impossibilidade de narrar os fatos como realmente se passaram.
A escola do Annales foi construída em um momento em que a ilusão daquilo que eterno se acabava, e os eventos que fizeram esta visão ruir foram extremamente violentos, daí a necessidade dos Annales de evita-los, de procurar a harmonia com transformações repetitivas que dão a idéia de eternidade.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Sobre A História Das Instituições Educativas
- A Visão De Uma Nova História - Parte I
- Por Uma Nova História Do Pensamento
- Mito, Lenda E HistÓria
- A História Vigiada
- Os Annales Por Lucien Febvre E Fernad Braudel
- Ensino De História - Conteúdos E Conceitos Básicos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online