PUBLICIDADE

Página Principal : Economia


Distribuição de Renda



Nos paises subdesenvolvidos e em alguns emergentes, há grande concentração de renda nacional em mãos de uma pequena parcela da população, enquanto nos desenvolvidos, a riqueza está mais bem distribuída.

Há basicamente dois fatores que explicam a concentração de renda: O sistema tributário e a inflação. Esta, nunca repassada integralmente aos salários. Se os preços das mercadorias subirem sem que esse índice seja repassado aos salários, aumenta a taxa de lucro dos empresários e diminui o poder aquisitivo dos assalariados; com o constante processo de concentração de renda.

O sistema tributário constitui o modo como são arrecadados os impostos _ que podem ser diretos ou indiretos em um país. É um poderoso mecanismo de distribuição de renda na forma de serviços públicos.

O imposto direto é aquele que recai diretamente sobre a renda ou sobre a propriedade dos cidadãos. Pode ser cobrado de maneira progressiva e quem tem pouca posse paga menos ou fica isento. O governo pode distribui-lo na forma de escolas ou hospitais, como financiamento da aquisição da casa própria, subsidiando setores econômicos geradores de empregos, saneamento básico entre outros.

Os impostos indiretos, já estão incluídos nos preços das mercadorias. Pode ser considerado injusto quando assume proporções elevadas, já que é cobrado sempre o mesmo valor do consumidor, não importando a sua faixa de renda. É um imposto que pesa mais no bolso de quem ganha menos pois não há possibilidade alguma de aplicar a progressividade na arrecadação e, portanto, distribuir a renda.

A carga tributaria brasileira, além de ser umas das maiores do mundo, está mal distribuída entre as três esferas do governo que são a União, os estados e os municípios.

Em muitos paises subdesenvolvidos o maior volume de recursos arrecadados pelo governo recai sobre os impostos diretos.

Na Escandinávia, mais do que em outros paises desenvolvidos, há uma elevada tributação. Entretanto, paga mais quem ganha mais, e os serviços públicos são eficientes, o que consiste em um eficiente mecanismo de distribuição de renda.

A Globalização intensificou a abertura ou transferência de filiais de empresas para paises onde os salários são mais baixos e a legislação trabalhista mais flexível em detrimento aos trabalhadores.

O desemprego é um dos maiores problemas do mundo atual. Contra ele lutam trabalhadores de todos os países.



Veja mais em: Economia

Artigos Relacionados


- Naturistas Europeus Viajarão Nus Para Congresso No Brasil
- Figuras De Estilo - Recursos Estilísticos (parte 1, De A A G)
- A População Economicamente Ativa E A Distribuição De Renda No Brasil
- Limbo
- A Queda Da Bastilha
- Ouro De Aluvião
- Lutas De Garibaldi

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online