PUBLICIDADE

Página Principal : História


EM NOME DE DEUS



EM NOME DE DEUS

Em nome de Deus, os homens têm coberto de sangue muitas páginas da História: as Cruzadas, em que católicos europeus saqueavam mesquitas e matavam os seguidores de Alá; a Inquisição que interpretava textos sagrados e matava cruelmente os que não os seguiam; Hitler que justificou o holocausto e a destruição de todas as sinagogas da Alemanha com seu discurso no Reichslag: - acredito hoje que estou agindo de acordo com o Criador Todo-Poderoso. Ao repelir os judeus estou lutando pelo trabalho do Senhor; Israelenses e Palestinos que lutam há anos, também pelo controle da cidade de Jerusalém, considerada sagrada pelos dois povos; fanáticos mulçumanos que praticam terrorismo em todo o mundo para exterminar infiéis e que, travestidos de mártires e santos, cometem atos irracionais como, entre tantos outros, o atentado de 11 de Setembro em Nova York. E a guerra do Iraque que foi declarada em nome de Deus pelo presidente americano George Bush, enquanto Saddan Hussein tentava organizar a resistência iraquiana em nome de Ala´. Para legitimar todas essas atrocidades sempre foi invocada a autoridade divina.
Chega desse deus que é gente
Gente que mata e mente!
Em nome de Alá, fundamentalistas islâmicos tentam converter a população aos ditames do Corão, aplicando sem qualquer contemplação a lei islâmica por eles interpretada e restringindo a liberdade dos cidadãos. O véu que cobre o rosto das mulheres mulçumanas mostra a falta de liberdade e do pouco respeito aos direitos humanos. Em pleno século XXI costumes medievais dos povos islâmicos e barbáries ainda imperam em vários pontos do planeta. Em nome do Islã, mulheres, quase sempre joguetes nas mãos dos homens, são mutiladas e podem ser apedrejadas ou lapidadas caso se prove adultério. Sob a falsa bandeira da justiça, inventam palavras de ordem e destroem vidas. Legitimam um sistema opressor, impedindo a livre expressão das opiniões e dos fatos reais, acabando com sonhos, vidas, projetos.
Religião que aprisiona
Que pune sem pena!
O único caminho para a sociedade segura, igualitária e desenvolvida é o entendimeto, o respeito e a justiça para todo o qualquer cidadão, seja ele que raça ou sexo for, professe a religião que mais lhe aprouver e tenha a condição social que tivr. É preciso procurar a igualdade a partir do entendimento das difrenças, pois, o Criador é o único e absoluto e sua ordem sempre foi buscar a paz e a justiça.
Amém! Shalon! Machtub!


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Estudo Dos Salmos - Salmo 23
- As Cruzadas
- Jonas
- *proposta A Deus*
- Carta Sobre A Tolerância - Parte I
- O Terror Israel/eua
- Livro: ´deus Está Nu` (saiu Na Veja!!!)

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online