PUBLICIDADE

Página Principal : Ciências Politicas


União Soviética _ Transformações Políticas e Econômicas



Sob o governo de Josef Stalin _ 1924/1953 _, consolidou-se um regime de partido único extremamente centralizado e autoritário.

  A ditadura Czarista foi substituída não pela ditadura do proletariado, como pregava a utopia marxista leninista, mas pela ditadura Czarista foi substituída, não pela ditadura do proletariado como pregava a utopia marxista-leninista, mas pela ditadura da burocracia do PCUS _ Partido Comunista da União Soviética. Os burocratas, predominantemente russos, eram os políticos que de fato controlavam o destino do país.

 Na bandeira da Antiga União Soviética, a foice e o martelo são a marca do Partido Comunista da União Soviética e simbolizavam a chegada dos camponeses e dos operários no poder, como resultado da revolução; mas foram os burocratas que de fato tomaram o poder.

 Como resultado da revolução, a economia foi estatizada e praticamente todos os meios de produção passaram a ser controlados pelo Estado e, era regido por planos qüinqüenais, e o conceito de produtividade da planificação soviética não levava muito em conta a qualidade dos produtos, mas sim a quantidade. E sob essa economia, a União Soviética foi alçada de uma posição política e econômica periférica no inicio do século XX ao posto de segunda economia do planeta por ocasião da Segunda Guerra Mundial, posição que ainda manteve por muitos anos; e tornou-se também uma superpotência nuclear e aeroespacial, rivalizando com os Estados Unidos durante o período da Guerra Fria.

 Na década de 1930, enquanto as potencias ocidentais sofriam o impacto da crise de 1929, no mundo soviético o crescimento industrial superou o Japão; tendo como referencial as industrias nascidas ou aperfeiçoadas durante a Segunda Revolução Industrial e, em 1957, lançou o Sputnik, o primeiro satélite artificial; colocando Iúri Gagárim, o primeiro cosmonauta em órbita ao redor da Terra, em 1961.

 Até 1970, os planejadores soviéticos priorizaram as industrias de bens de produção e de capital, objetivando a autonomia do país, além de investir na infra-estrutura necessária para sustentar o processo de industrialização.

 O terceiro plano qüinqüenal, iniciado em 1938, foi interrompido pela Segunda Guerra; o que contribuiu para a priorização da industria ?bélica, quando o país entrou no conflito.

 1946/1950 _ quarto plano qüinqüenal: foi direcionado à recuperação da economia e à reconstrução das fabricas e das obras de infra-estrutura destruídas pela guerra.

 Os planos seguintes continuaram enfatizando o setor industrial de base e bélico, já no contexto da Guerra Fria e da corrida armamentista; possibilitando um elevado crescimento econômico.

 * O primeiro plano qüinqüenal foi implementado de 1928 a 1932 e priorizou a coletividade forçada da agricultura.


Veja mais em: Ciências Politicas

Artigos Relacionados


- Pós-segunda Guerra _ A Reordenação Geopolítica
- Guerra Fria _ Paz Armada
- Cortina De Ferro
- O Declínio Do Comunismo
- Revolução Russa
- Urss _ O Fim Da Superpotência
- Fim Da Guerra Fria-parte 1

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online