PUBLICIDADE

Página Principal : Ciências Politicas


O credo da liberdade



A Natureza Intrínseca dos Direitos

Acredito que somente os indivíduos têm direitos, não o grupo coletivo; que esses direitos são intrínsecos a cada indivíduo, não concedidos pelo Estado; porque, se o Estado tiver o poder de concedê-los, também terá o poder de negá-los, e isso é incompatível com a liberdade pessoal.

Acredito que um governo justo deriva seu poder unicamente dos governados. Portanto, o Estado não deve se atrever a fazer algo além daquilo que os cidadãos individuais também têm o direito de fazer. Caso contrário, o Estado é um poder em si mesmo e torna-se o mestre, em vez de um servo da sociedade.

Supremacia do Indivíduo

Acredito que uma das maiores ameaças à liberdade é permitir que qualquer grupo, independente de sua superioridade numérica, negue os direitos da minoria; e que uma das principais funções de um governo justo é proteger cada indivíduo da cobiça e das paixões da maioria.

Liberdade de Escolha

Acredito que objetivos sociais e econômicos desejáveis são melhor alcançados pela ação voluntária do que pela coerção da lei. Acredito que a tranqüilidade social e a irmandade sejam melhor alcançadas pela tolerância, persuasão, e o poder do bom exemplo do que pela coerção da lei. Acredito que aqueles que estão enfrentando necessidades são melhor servidos pela caridade, que é dar do seu próprio dinheiro, em vez de por meio de políticas de bem-estar social, que dão o dinheiro de outra pessoa por meio da coerção da lei.

Igualdade Debaixo da Lei

Acredito que todos os indivíduos devam ser iguais debaixo da lei, independente de sua origem nacional, grupo étnico, religião, gênero, educação, status econômico, estilo de vida ou opinião política. Da mesma forma, nenhuma classe deve receber tratamento preferencial, independente do mérito ou da popularidade de sua causa. Favorecer uma classe em detrimento de outra não é igualdade debaixo da lei.

Papel Apropriado Para o Governo

Acredito que o papel apropriado para o governo é negativo, não positivo; defensivo, não agressivo. O governo deve proteger, não prover; porque se o Estado receber o poder de prover para alguns, precisará também tirar de outros, e uma vez que esse poder seja concedido, existem aqueles que o buscarão para seu próprio proveito. Isso sempre leva ao saque legalizado e à perda da liberdade. Se o governo for poderoso o suficiente para nos dar tudo o que queremos, também será poderoso o suficiente para tirar de nós tudo o que temos. Portanto, a função correta do governo é proteger as vidas, a liberdade e a propriedade de seus cidadãos; nada mais. O melhor governo é o menor governo.




Veja mais em: Ciências Politicas

Artigos Relacionados


- Formação Da Urss
- Desigualdade, FacÇÕes E Liberdade
- Governo Geral: A Centralização Da Administração Colonial: Brasil
- Evolução Administrativa _ Brasil Colônia
- A Comuna De Paris
- Direitos Humanos
- Carta Sobre A Tolerância - Parte I

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online