PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


A violênica humana



Violência é uma coisa que me tira do sério, desde uma briga de bar até violencia internacional, são atitudes de pessoas que talvez tenham que rever seus conceitos. Mas de onde vem a violência? Será ela instintiva ou consciente?

Pensando sociológicamente, chamamos de violência à agressão premeditada, sistemática e por vezes mortal de um indivíduo ou grupo sobre outro. Definida dessa maneira, essa violência só pode ser encontrada entre nós - seres humanos. Pois os ataques entre animais não tem um caráter particular, individual ou de premeditação como a violência praticada pelos homens; pelo contrário, nos animais esse processo de enfrentamento e disputa desenvolve-se de forma natural e instintiva.

E de onde vem essa atitude violenta do ser humano? Bem, segundo estudos de sociólogos e historiadores, a escassez de bens é a fonte de maior conflito entre os homens. Segundo Hobbes, Marx e Engels; a origem dos conflitos e da violência remonta às organizações humanas mais primitivas. A revolução agrícola transformou radicalmente as relações dos homens entre sí e com o meio, introduzindo aspectos novos de organização social. O surgimento da agricultura fez com que o homem passase de nômade a sedentário, e com isso trouxe a noção de territótio e propriedade. Então, à medida que a agricultura se generalizava, a disputa pelas terras férteis colocou os grupos humanos uns contra os outros; com isso a guerra, a conquista, a defesa tornaram-se atividades permanentes de manutanção de propriedades e defesa dos direitos adiquiridos, o que marcará todas as sociedades humanas. Cada uma delas vai procurar, por antecipação, armar-se e desenvolcer estratégias guerreiras contra seus inimigos potênciais. Para ajudar a piorar a situação, nosso vergonhoso sistema capitalista, com sua natureza expansionista por exelência, desenvolveu ao máximo os recursos bélicos.

O que se pode perceber com nitidez é que, para além da violência entre nações, cresce a violência no interior de cada país, em especial nos países pobres, em que a instabilidade, a descrença nos poderes públicos e a sensação de abandono e insegurança são mais acentuadas (identifica-se?). Com relação a briga de bar que falei lá em cima, na medida em que a esfera da vida privada tende a ser invadida pelos meios de comunicação de massa, as agressões interpessoais se tornam conhecidas e são divulgadas em chamativas manchetes de jornal. Esse comportamento é incentivado pelo individualismo da sociedade contemporânea, que analisa cada questão como resultante de necessidade e anseios absolutamente pessoais e únicos, com isso a violência passa a ser cada vez mais um recurso, e quase nunca o último. Outra questão atual que vem induzir à acão violenta é o constante apelo ideológico ao desenvolvimento da personalidade competitiva e ambiciosa, como elemento necessário à realização pessoal. Não é preciso mencionar de que maneira a cultura de massa estimula posturas agressivas ao criar os mitos da comunicação - os super-homens, as superquadrilhas e os superassassinatos - basta ligar sua TV na Globo.

Apesar de tudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) vem tentado desenvolver campanhas pela paz no mundo, procurando estimular relações pacíficas entre as nações e ampliar as possibilidades de negociação. Praticando a Cultura de Paz pretende-se estimular a sedimentação de valores, comportamentos, modos de vida relativos à solidariedade, tolerância e convivência.
Reflitam sobre isso, chega de rezar e pedir à Deus que nos ajude, o único responsável pelo caminho que segue o mundo em que vivemos somos nós mesmos.Cabe ao homem refletir sobre seus atos, reconhecer seus erros e seguir o melhor caminho: a Cultura de Paz.

Cultura de Paz significa respeitar a vida, rejeitar a violência, ser generoso, ouvir para compreender, preservar o planeta e redescobrir a solidariedade.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Violencia Contra A Mulher, Um Problema De Todos E Todas
- Direitos Humanos, ViolÊncia E Cotidiano Escolar
- Denúncias De Violência Doméstica Crescem 32%
- Frases Sartre
- Violência: Porque Existe?
- Violência Na Escola
- A Crise Na America Do Sul

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online