PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Brasil - Disparidades



O Brasil não é um país pobre, mas injusto. Seu grau de desigualdade é pior que o de muitas nações extremamente subdesenvolvidas, do longínquo interior africano. Foi estabelecida uma média de renda dos 10% que ganham mais e a média dos 40% que ganham menos. No primeiro grupo a renda média é 30 vezes maior que a do 2º grupo. Na miserável Uganda, onde Idi Amin Dadá comia o fígado dos inimigos que conseguia assassinar, não chega a 10. Na nossa vizinha, a Argentina, o índice fica em 10, nos EUA 6. Os países europeus são os de melhor distribuição de renda. Na Suíça é mais ou menos 5 e ma Holanda 4. O quadro geral de injustiças no Brasil não é homogêneo os diferenciais ficam por conta do gênero, raça , região de nascimento e local de habitação. Os mais injustiçados são mulheres e negros de ambos os sexos, vindo em seguida os nordestinos. As áreas urbanas tem menos pobres que as rurais. Em resumo : um brasileiro que nascer branco em estados do sul ou sudeste e que vive em cidades terá melhor chances de ser alguém, já se for negro, morando em zona rural e no nordeste está praticamente fadado ao fracasso. Atualmente a população rica participa de 65% da renda, enquanto os 50% dos mais pobres, com apenas 12%. Segundo um gráfico da ONU que analisa a concentração de renda desde 1960 , os + ricos tem aumentado ainda mais o seu patrimônio e os mais pobres tem ficado ainda mais pobres.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Urbanização ? A Explosão Da Bomba Humana
- Globalização E Disparidades
- Mega Memória - Injustiça Social
- Mundo Urbano
- Política Educacional No Brasil
- Dinheiro Traz Felicidade?
- A População Economicamente Ativa E A Distribuição De Renda No Brasil

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online