PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Flexibilidade é tudo



Flexibilidade é tudo

No final de 1940, no Japão, devido à falta de matéria-prima,
frente à derrota na Segunda Guerra Mundial, fizeram com que a montadora Toyota adota-se
um outro método de produção, frente à pequena demanda do mercado, devido a seu
empobrecimento, tornou-se necessário que a produção feita pela fabrica
correspondesse exatamente ao que seria vendido, desta forma criou-se o
Toyotismo.

Por ser maleável é um método de produção diferente do
taylorismo e do fordismo, o toyotismo é também conhecido como método de
produção maleável ou ajustado.

Este método foi o responsável pela introdução na indústria
de conceitos como: versatilidade e autonomia, com a crise econômica de 1970,
este conceito ganhou asas e tornou-se o mais novo e moderno método de produção.

Para tanto o toyotismo conta com dois conceitos
fundamentais, o ?just-in-time?, onde durante o processo de produção as peças só
são incorporadas no momento e quantidade adequada; e a automatização, onde a
possibilidade de defeito ou erro a maquina é bloqueada, com isto o numero de
trabalhadores diminui, o que consequentemente gera mais lucros a empresa.

Com relação ao mercado consumidor a diferença entre o fordismo
e o toyotismo é que o primeiro prevê sempre um aumento de produção, não levando
em conta as possíveis crises econômicas, fator este que é relevante no
toyotismo, que produz seguindo a demanda do mercado.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Acumulação Flexível: Modo Japonês De Produzir
- O Senhor Do Tempo
- O Sistema Just In Time E Kanban.
- História Geral E Brasil
- A Segunda Revolução Industrial
- Crise De 1929
- O Fordismo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online