PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Marx e o Trabalho



Para nós Marx foi um "revolucionário" que descobriu o verdadeiro sentido da palavra trabalho. Ele coloca que o trabalho é a essência do homem, pois é o meio pelo qual nos relacionamos com a natureza e a transformamos em bens a onde vão se dar o valor, o trabalho é uma mercadoria, onde possui um valor de uso e um de valor de troca. Naquela época ele dividiu a sociedade em duas classes: a burguesia e o proletariado. A burguesia compreende-se a classe dos capitalistas modernos, proprietários dos meios de produção social,que empregam o trabalho assalariado. O proletariado ele coloca que são os trabalhadores assalariados modernos que privados de meios de produção próprios, se vêem obrigados a vender a sua força de trabalho para poder existir. E esta divisão existem ainda hoje no mundo capitalista moderno ,onde muitos tem pouco e poucos tem muito. Através de Marx descobrimos que o trabalho não é uma atividade isolada ao produzir, através dele nós entramos em contato um com os outros e construímos uma relação de interesses depende da área que atuamos . Através da produção determinamos não só o objeto de consumo, mas também o modo de consumo, e não só de forma objetiva, mas também subjetiva.Logo é através da produção que se criamos o consumidor. O processo de produção e reprodução da vida através do trabalho é para Marx a principal atividade humana, é através dela que vamos constitui nossas historia social, é o fundamento do materialismo histórico, enquanto método de analise da vida econômica, social, política e intelectual. Para ele tudo esta relacionada com o trabalho, a onde a nossas relações sociais passam a surgir de acordo com os nossos interesse, deixam de ter a característica de laços diretos entre membros da comunidade, para se tornarem mediados pela mercadoria que produzem. Através do trabalho por causa da divisão que este provoca surge às contradições entre os interesses individuais e os em grupos e surge também a separação entre as atividades intelectuais e manuais. A desqualificação moral do capitalismo ocorre por ser um modo de produção que converte a força de trabalho em mercadoria e, desse modo aliena o trabalhador. Nós como trabalhadores deixamos alienar pelo meio de produção, pelas maquinas onde nos tornamos roubotizados. Com isto a manufatura implica em um processo de produção coletivo, executado por numerosos trabalhadores em cooperação entre os quais se dividem as diversas operações parciais da produção. Com a manufatura ocorre a degradação do trabalho individual ,acentuando o trabalho repetitivo e fragmentado , dificultando o disciplinamento da inteligência ,a criatividade e fragmentado ,uma verdadeira patologia industrial Marx distingue dois tipos de mais valia, absoluta e a relativa . N a absoluta ocorre proporcionalmente ao aumento do numero de horas de jornada de trabalho conservando-se constante o salário. Na relativa ocorre o aumento da produtividade, com a racionalização do processo produtivo e com o aperfeiçoamento tecnológico. Podemos perceber que para Marx a classe trabalhadora na qual ele chama de proletariado e a classe burguesa são os responsáveis pelas transformações que ocorreram e que vão ocorrer, que são as lutas de classe, no qual são o motor da historia.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Conceitos De Trabalho
- Marx - Cooperação - Teses Sobre Feuerbach
- Karl Marx. In: O Mundo De Sofia
- Valor De Uso E Valor De Troca
- Manifesto Comunista
- Sociologia Do Trabalho: Exploração Ou Libertação
- Ideologia E Ciencia Social

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online