PUBLICIDADE

Página Principal : História


África e santificação



No ano de 1437 sentindo nostalgia das glórias de Ceuta D. Henrique, ?o Infante? estimulado por seu irmão caçula D. Fernando planejou um audacioso ataque a Tânger, no Marrocos. A operação era considerada ?custosa e arriscada?, o povo estava descontente.O rei D. Duarte que era contra a empreitada militar concordou apesar da oposição do outro irmão D. Pedro. As cortes reunidas em Évora em abril de 1436 haviam votado a favor da empresa. A 22 de agosto de 1437 , Don Henrique e Don Fernando partiram de Lisboa com os únicos 6 mil soldados que conseguiram. Segundo Rui de Pina tal armada era insuficiente para conquistar a praça do Magreb. Muita gente fugiu de Lisboa para escapar à convocação. 10 de setembro: O exército comandado por Don Henrique tomou Tetuâ. No dia 13 foi rechaçado em Tânger. O infante D. Fernando foi via marítma para Tânger. Os mouros defenderam-se comandados por Sala ben Sala, que era o capitão de Ceuta quando D.João I tomara esta cidade em 1415. A 10 de outubro: Cercados e famintos na periferia da cidade, aceitaram uma ? Paz honrosa?. Os mouros determinara que o exército deveria retornar a Portugal e Ceuta e seus cativos serem devolvidos. Firmar-se-ia a ?paz de 100 anos.? Don Henrique aceitou, sem opção e, como garantia do comprimento do trato deixou seu irmão, Don Fernando de 35 anos prisioneiro em Tânger. A coroa desesperou-se mas, ainda assim, juntamente com a Santa Sé decidiram não devolver Ceuta. Por seis anos Don Fernando permaneceria nas sombrias masmorras árabes. Só a morte a 9 de julho de 1443 , em Fez, pos fim ao seu martírio. Adveio a tradição em ver santidade no seu martírio sendo considerado ?O Santo?. Em 1438, morre o rei de desgosto em meio ao um surto de peste. Em 1471 com a tomada de Arzila os habitantes de Tânger compreendendo que o objetivo final era a tomada de sua cidade, abandonaram-na. Foi então ocupada por D. João, filho do Duque de Bragança. Neste mesmo ano, por ordem de D. Afonso V as relíquias de D. Fernando, ?O Santo?, só então foram recuperadas e solemente transladadas para o Panteão Régio da Batalha, onde hoje repousam, na Capela dos Fundadores. Camões cantou nos Lusíadas o episódio: Tupi.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Por Tu Graal
- Brasil: Parte 1 .
- A Formação Do Reino De Portugal E Espanha
- Fernando De Noronha
- Fernando De Noronha
- Sobre A Independência Portuguesa
- O Mundo Em Português ? Um Diálogo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online