PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Direito e sociedade brasileira



Pensamento Social Brasileiro: A
sociedade brasileira nasceu sob o signo das fórmulas, onde tudo que havia sido
construído ou que foi encontrado nos trópicos deveria dar lugar a crença mágica
do poder das idéias que floresciam no velho mundo ibérico.

Mergulhar na compreensão
do povo brasileiro exige, portanto, o afastamento parcial ou total dos esquemas
eurocêntricos que sempre têm as fórmulas prontas para explicar a Ibero-América.
Vê-se, então, que esquema como o marxista aceito, sem grandes reparos no mundo
europeu e no anglo-saxão não encontra lógica na explicação da nossa realidade.
Exemplo como esse não dão conta da nossa realidade, em que o saber erudito é
tantas vezes espúrio, e o suposto ?não-saber popular? consegue, constantemente,
alcançar atitudes críticas que mobilizam consciências que produzem movimentos
de profundos de reestruturação social.

Nesse sentido, ensina,
Darcy Ribeiro<1> que no
Brasil ?não havendo burguesias progressistas disputando com aristocracias
feudais, nem proletariados ungidos por irresistíveis propensões
revolucionárias, mas havendo lutas de classe, existiram blocos antagonistas
embuçados a identificar e caracterizar?. O mesmo mestre adverte que falar de
liberais, conservadores, radicais ou de democracia e liberalismo e até
revolução social e política pode ter sentido em outros contextos sociais; no
caso brasileiro não significa nada, tal a ambigüidade com que esses conceitos
se aplicam aos agentes mais diferentes e às orientações mais desconexas.Somente uma
nova proposta de esquemas das classes sociais e dos desempenhos políticos, como
desenvolvida por Darcy Ribeiro, em ?O dilema da América Latina?, que situa
esses valores ?debaixo da pressão hegemônica norte-americana em que existimos,
sem nos ser, para sermos o que lhes convém a eles?.

Dentro desse raciocínio vale jogar pequenas células de
esclarecimento na construção de uma das facetas da burocracia nacional, qual
seja o Direito, e, tentar afastar a idéia de que problema como esse são
resolvidos tecnicamente, portanto, tornam-se inapropriados à discussão pública,
posto que ?a ideologia tenta substituir as considerações morais por construções
científicas que justifiquem um regime tecnocrático de administração da crise,
impedir a compreensão da estrutura social e, ao contrário das ideologias
anteriores, desencorajar a espera de uma ?boa vida? prometida e alcançável?
(cf. MORSE, Richard M. Trad. Neves, Paulo. O Espelho do Próspero. Companhia das
Letras, SP, 1995, pág. 151)

<1> in Povo
Brasileiro, Companhia das Letras, SP, 2.ed. 1995, p.15


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- O Povo Brasileiro
- Crítica Da Razão Tupiniquim
- O Povo Brasileiro
- Reflexões Para O Brasil Do Século 21
- O Populismo E A Teoria Democrática Descritiva (2)
- A Herança Branca Da Identidade Negra - Parte 3
- Viva A Alminha Brasileira!

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online