PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Seis Martelos e um Prego



Seis martelos e um prego

Gilberto Pompermayer

Pude neste dia sonhar e contemplar para mais um lúcido crescimento de que o espírito realmente precede a matéria. Das energias mais complexas em nosso cotidiano, ainda continuamos como peças, talvez pela missão Divina, fundamentais de um mesmo jogo, na realização comportamental e profissional de cada um de nós, um ser humano, talvez passível de falhas e reticências. Desta forma, a análise dos relacionamentos entre a arte de viver sempre envolveu interesses e intenções, mas o Universo dá em abundância para todos em tempo oportuno, sendo a luta pelo poder esta interação que sempre fere até o mais alto expoente das conseqüências; o acreditar que ainda podemos servir ao nosso próximo.
Todos nós, partículas da Divindade, células de um mesmo corpo, que educada e orientada pelo hábito, serão sempre fontes importantes do desenvolvimento comportamental e da agregação de todos os valores na espécie humana. Neste sentido, a interação estabelecida caracteriza-se pela seleção dos paradigmas que devem ser quebrados ainda nesta era, mas é preciso não limitar este estudo em relação ao comportamento com resultados imediatos, mas aos poucos pelas marcas na face, introduzindo nos processos construtivos, palavras sábias de um mediador que sem imposição, mas sim, uma relação de cooperação experiente ofertada pela vida toda, de respeito mútuo e de crescimento Universal.
Aprendi muito com um ditato indigena que diz que ?todo barco que vem a minha casa, também passa pela casa de meu irmão
?. É a Lei.
Todos nós já fomos considerados como uma peça interativa e ativa no processo de construção da vida e do conhecimento desde o nosso ponto de origem até por onde permanecemos e chegamos hoje com mutua ajuda. E asssim segue, assumindo um novo papel fundamental nesse cenário, processo de se relacionar, com mais experiencia e luz Divina e por essa razão, única, cabe ainda considerar o que cada um já sabe, sua bagagem cultural e intelectual, para a construção de toda a aprendizagem a cada existência, é preferivél ainda ser censurado pelos sábios, do que ser abajulado e enganado pelos tolos. Quem fere os filhos da terra, com ferro será ferido.
E a noite seguia, era o barulho que se ouvia, a chuva em forma de seis martelos e um prego, como pingos que umedeciam o coração, ainda nesta leitura e na vida, há tempo e podemos nestes minutos, rever como crianças, somente para imaginar estar pisando em nuvens, assim como em cada árvore, em cada galho, em sua mais perfeita harmonia, o plantio e a colheita. Ainda nesta noite, pude sentir que o vento ainda soprava e muito longe do barulho que parecia nos recepcionar, todos os ruídos integravam-se como se fizessem parte de uma sinfonia bem articulada, bem orquestrada, mas podia-se ouvir o chiado das águas que nos levavam à momentos de reflexão e inenarrável leveza, pois água, é vida e estar vivo, é ter missão a cumprir.
Retornávamos indescritivelmente diferentes e mesmo com o corpo umedecido, o poder do fogo, da água, da terra, do ar e do infinito, de Deus aos humanos, prevaleceu aquecendo e despertando a nossa consciência, dando base as nossas mais profundas raízes e a magnífica Obra da Divindade, de que um dia, a justiça seja sempre feita, mesmo que seja pela salvação de toda a humanidade, mas é claro, segundo as suas obras. Nada muda se você não mudar. Bom dia e boas energias. Eu acredito, em você.

Gilberto Pompermayer é conferencista e psicanalista. www.gilbertopompermayer.ipira.net




Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Elos Da Vida
- Quem Somos Nós
- Todo Pensamento
- A Quem Lhe Estende As Mãos
- Liberte-se Do Inconsciente Coletivo
- A Vida é A Sua Maior Obra De Arte
- Enquanto O Sol Brilhar

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online