PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


ETHOS MERTONIANO



ETHOS MERTONIANO

Segundo Merton são quatro as normas que regulam as comunidades científicas.
Apresenta em primeiro lugar a norma do Universalismo onde estipula que as contribuições científicas sejam avaliadas de acordo com ?critérios impessoais preestabelecidos?. Nesta norma, critérios sociais como raça, religião, género, são considerados irrelevantes. A norma do Universalismo implica que o reconhecimento e recompensas sejam proporcionais aos méritos e contribuições dos cientistas para a ciência.
Outra norma é a do Comunalismo, norma esta que prescreve que o conhecimento, enquanto produto do espaço colectivo da comunidade científica, deve ser divulgado e não mantido em segredo.
Posteriormente temos a norma do Desinteresse e esta refere-se à prioridade atribuída ao progresso do conhecimento científico em detrimento de quaisquer outro de natureza pessoal. Por outro lado, esta pressupõe que o simples reconhecimento pelos pares constitui uma recompensa superior a qualquer outra de natureza material.
Para finalizar, Merton apresenta-nos a norma do Cepticismo organizado que aparece como simultaneamente metodológica e institucional, dado que deve suspender o juízo que se disponham de provas suficientes. Esta norma implica a prática generalizada do juízo dos pares, isto como garantia de dispositivos críticos sistemáticos.
Após ter dado a conhecer as normas que regem a comunidade, Merton viria a reconhecer que muitos cientistas são por vezes ambivalentes e conduzem a uma alternância dinâmica entre normas e contranormas.
Polanyi
(1958) viria a desenvolver uma visão antimertoniana onde sublinha a influência que o carácter pessoal da ciência exercia sobre a sua estrutura e onde reitera que a racionalidade da ciência resulta da interacção entre forças pessoais e impessoais.
Polanyi vem, portanto, opor uma norma a cada uma apresentada por Merton.
Assim sendo, à norma do Universalismo opõe a do Particularismo, onde as características sociais e psicológicas dos cientistas são factores importantes pela influência que exercem na forma como o seu trabalho será avaliado.
À norma do Comunalismo contrapõe a do Isolamento onde há prática do secretismo e a defesa dos seus próprios direitos.
À terceira norma apresentada por Merton - Desinteresse - Polanyi introduz a do Interesse, legitimando a busca do prestígio através dos ?colégios invisíveis?.
Por fim temos oposto ao cepticismo organizado o dogmatismo organizado e para Polanyi o cientista deve acreditar firmemente nos seus próprios resultados pondo em dúvida, se necessário, os dos outros.
Para Zuckerman
, o ethos da ciência é um ideal e não traduz a conduta dos cientistas. Para esta, o critério durkheimiano da ?indignação moral? é prova do significado social da norma infringida. Aplicando este critério à ciência é fácil verificar que condutas desviantes provocam reacções de protesto por parte da comunidade científica.
As quatro normas foram operacionalizadas em enunciados procurando sintetizar de forma clara o seu conteúdo.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- A Norma Geral Exclusiva. In: Teoria Do Ordenamento Jurídico
- Da AplicaÇÃo Da Lei Penal
- Teoria Do Ordenamento JurÍdico
- Juízo De Fato E Juízo De Valor Segundo Norberto Bobbio
- Teoria Pura Do Direito
- Direito E Anomia
- Norma Jurídica

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online