PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


A história se repete



Uma brincadeira entre irmãos, um deles, de 15 anos, encontra uma arma e começam a brincar de faroeste, a partir daí, o que era para ser um fim de semana tranqüilo no sítio do vovô se transforma em catástrofe, com uma menina de 12 anos morta com um tiro de um rifle calibre 22 na testa.Esse é o roteiro de mais um caso, que vem confirmar as estatísticas sobre armas de fogo dentro das residências. Essa história aconteceu no interior do estado, no ultimo fim de semana.Quem é o culpado pela morte da menina? O irmão que efetuou o disparo? O dono da arma, que não cuidou de guardá-la em local apropriado? Certamente nenhum deles queria que essa história fosse verdade, mas é.Até quando vamos ter que ver casos como este? Será tão difícil entender que uma arma de fogo representa muito mais perigo do que proteção? Casos como este acontecem diariamente pelo Brasil, mas muitos deles simplesmente não ganham as páginas dos jornais, seja por não representarem ?audiência?, ou pelo simples fato de mostrarem uma verdade cada vez mais exposta, a de que temos que repensar o uso de armas de fogo dentro das casas de cidadãos.Temos caminhado incansavelmente na busca por leis de controla de armas de fogo mais rígidas, e pela conscientização da sociedade, que vive alarmada com o crescimento constante da violência. Uma grande ferramenta, o Estatuto do Desarmamento, que vem sendo trabalhado como importante aglutinador destes esforços, e está em constante observação das organizações de todo o Brasil que lutam por uma sociedade em paz.Mas nenhum destes esforços será válido se a nossa sociedade não compreender que uma arma de fogo, nunca representou, não representa e nunca vai representar segurança, pelo contrário, traz sim a insegurança, medo, tragédias, enfim, casos como este, que ceifam vidas de seres humanos, com famílias, com planos, com uma vida toda pela frente.É hora de reflexão. Já não basta que o mundo seja violento demais da porta pra fora? Tem que ser violento dentro de casa também? É difícil conter o desalento causado por uma noticia como esta, mas infelizmente esta é a realidade, e é a única capaz de tocar a consciência destas pessoas, que se consideram seguras portando uma arma de fogo, mas na realidade, estão caminhando no limiar entre a vida e a catástrofe.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Uma Chance Para Os Eua Refletirem Sobre A Violência
- Violência Nas Escolas
- A Proibição Da Venda De Arma De Fogo E Munição
- Com O Dedo No Gatilho
- Povos Indigenas Do Brasil E Lenda Esquimó
- O Tiro Certeiro Da Lei
- A África Antes Da Divisão Realizada Pelas Potências Européias ? De 1800 A 1880

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online