PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Metáforas e analogias sobre o negro no brasil



O tributo sobre o tráfico interprovincial, a política imigrantista, a ocorrência de fugas e revoltas efetuadas pelos escravos, mostravam um sistema em decadência. São Paulo passa a ser a província em destaque no processo abolicionista e no incentivo à imigração pela produção do café. Em 1870 começa o processo de imigração como medida para uma mão de obra mais qualificada no ideário que desejava o branqueamento da nção. Os imigrantes seriam uma espécie  de modelo de trabalhador. O que não seria possível com os escravos já que estes não estariam preparados para passar de uma condição de escravos para a de trabalhador especializado. Antes trabalhar era estar na condição de escravo, mas agora livres eram caracterizados como vadios, ociosos, não seriam aptos  para trabalhar livremente na lavoura pois tinham características que seriam da própia raça, ou seja, eram indolentes. Seria uma saída esperar pelos ingênuos nascidos de ventre livre? Esta idéia necessitava de uma espera e qualificação um tanto demorada. A melhor saída seria o imigrante pois ele traria consigo de forma imediata o " processo civilizador" idealizado, muito almejado pelas elite brasileira e paulista em particular. O nrgro passa a ser um caso de polícia pois segundo as leis: o liberto encontrado sem ocupação será obrigado a empregar-se no prazo marcado pela polícia. Terminado o prazo não conseguindo trabalho era constrangido a contrato de locação de serviço, sob pena de 15 dias de prisão se a lei não fosse cumprida. O empregador não o considera apto e a lei o considera culpado pela ociosidade. São Paulo com crescimento vertiginoso ganha investimentos para fazer face às exigências da demanda social. Muitas obras são feitas, sendo visto o progresso nas ruas, avenidas, estações, linhas de bonde etc. Proximo às indústrias bairros habitados por operários, isolados deste contexto ficam os libertos, nos cortiços. A face urbana desse processo é uma espécie de progeto de limpeza da cidade.......(Rolinik 1989:32) Os territórios da aristocracia consolidam-se com bonde à porta, agua, calçamento e luz nas ruas. Longe disso o negro liberto. Neste cenário perpetuam-se os estigmas que persistem em desqualificar o negro e não lhe reconhecer seus direitos. Se antes eram trabalhadores, na qualidade de escravos agora sua capacidade era colocada em dúvida. A ciência terá um papel importante na propagação e justificação dessas idéias. O final do século XIX será o senário definidor dessas questões. Havia a necessidade de uma construção física e psicológica que estivesse de acordo com o interesse atual. O passado colonial e escravista deveria ser diluído para a existência de uma nova raça. As referências a esse passado se resumem em metáforas relacionadas à raça, mas que não explicam muito. A ciência no século XIX contribuiu para justificar a " inferioridade da raça negra. Uma nova realidade se forma e com ela a idéia de que o negro seria inferior, afirmação pautada pela ciência e formação de novos valores. A elite abraça essas justificativas, suposto evolucionismo onde o negro não poderia estar presente por uma condição degradante e inferior. O negro passa a incorporar estes estigmas e se sentir uma excessão dentro de um universo miscigenado. Não consegue ocupar o seu espaço. Suas raízes, seu sangue passam a representar algo que fala de um passado condenatório. A cor liga-se à qualidade do indivíduo atribuindo certas características à sua personalidade. Sendo assim a cor da pele fica ligada às questões culturais para ser manipulada por uma minoria que comanda espaços e condutas da sociedade. Na arte, ciência e literatura o negro ganha um espaço que o inferioriza e isso ganha força no inconsciente humano. O negro muitas vezes cede a essa pressão e quer desprezar sua própia cultura. As mensagens subliminares construídas em nossa mente vão falar sobre o que seria o negro. A população passa a atender aos objetivos de uma minoria que cria todo esse esteriótipo a respeito do n


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Escravidão: Sociedade Mineradora
- Racismo Versus Indenização.
- O Buraco Negro
- Miscigenação No Brasil
- A Industrialização Brasileira E Suas Características
- Quilombo Dos Palmares: Os Negros Liderados Por Zumbi
- Dialogues Of Negritude

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online