PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


A guerra dos trinta anos (reforma)



O antagonismo entre católiocos e protestantesna alemanha, a rivalidade das então potências com a casa d´Austria que governava o império, e interesses políticos e econômicos deram causa à terrível guerra que durante trinta anos envolveu quase toda a EUROPA.Começou a luta por causa de uma revolta dos protestantes da Boêmia contra o imperador Matias que os venceu e declarou o catolicismo a religião oficial. Os protestantes entraram no castelo real de Praga e atiraram pelas janelas os delegados do imperador(1618)

O rei da Dinamarca veio em seguida para ajudar os vencidos, mas foi também derrotado. À política de Richelieu, o grande ministro de Luis XIII, governador de França, não agradavam as vitórias do império. A velha rivalidade franco-austríaca se tornava mais quente, a luta de religião passava a ser política, os franceses atacaramos imperiais e os espanhois seus aliados. nesta fase que durou  mais de doze anos se desenvolveu na Itália,Espanha e França Holanda e Alemanha.

Finalmente em 1648veio a paz, firmou_se a supremacia da França e o fim da casa D`Áutria     ; o calvinismo ficou reconhecido políticamente, manteve-se o princípio: CUJUS REGIO, HUJUS RELIGIO.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Os Habsburgos
- Primeira Guerra Mundial: As Origens.
- Reforma Religiosa E Contra-reforma
- O Sacro Império Romano Germânico
- 1ª Guerra Mundial
- Como Começou A Primeira Guerra Mundial?
- Primeira Guerra Mundial

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online