PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Os contornos da alta modernidade



A " modernidade" altera radicalmente a natureza da vida social cotidiana e afeta os aspectos mais pessoais de nossa existência. Ela deve ser entendida num nível institucional mesmo que as transformações causadas se entrelassem de maneira direta com a vida individual (com o eu). Num sentido geral esse termo remete às instituições e modelos de comportamentos estabelecidos pela primeira vez na Europa após o Feudalismo, e inaugurou uma era de "guerra total" pois promove a "industrialização da guerra". Produz-se também formas sociais distintas como o estado-nação, que, aqui aparece regulamentamente monitorado. As instituições modernas surgem como um extremo dinamismo, visto que ocorre um ritmo rápido de mudança social e a amplitude e profundidade de influência que essa mudança impõe sobre as práticas sociais aumenta consideravelmente. Tal caráter dinâmico da vida moderna é explicado por três elementos: separação de tempo e espaço; desencaixe das instituições sociais e a reflexibilidade institucional. Considerando a dialética do local e do global, teoricamente Giddens diz que, eventos em um mesmo pólo de uma mesma relação muitas vezes produzem resultados divergentes ou mesmo contrários em outros. Os mecanismos de desencaixe, a reflexibilidade da modernidade e a reorganização de tempo e espaço possuem propriedades universalizantes o que ajuda a explicar e a consolidar a globalização das atividades sociais. Por ser toda a experiência humana mediada pela socialização e a aquisição da linguagem, a modernidade é inseparável da sua própria mídia, ou seja, seu desenvolvimento e a expansão de suas instituições estão diretamente ligada com o aumento da mediação da experiência , propiciada pela comunicação. Um exemplo disso é o surgimento do Estado moderno que teve como uma das principais influências a imprensa. A alta modernidade é caracterizada por ceticismo e razão providencial (idéia de que uma maior compreensão secular da natureza produzirá uma existência mais segura) mas, a vivência demonstra que apesar desse conhecimento oderecer possibilidades benéficas para a humanidade, acaba por criar novos parâmetros de risco e perigo, pois a mudança não se adapta ao controle humano criando um conseqüente conjunto de incertezas que somam ao caráter falível das pretensões do saber pós-tradicional.

Simone Silva Alves.



Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Finalização Do Resumo "as Conseguencias Da Modernidade"
- Continuação Do Resumo.
- Modernidade Versus Pós-modernidade
- Estratégias Da Comunicação - O Que É O Espaço Público (parte 1)
- Notas Sobre O Sentido De Pós
- A Sociedade Transparente (parte 2)
- O Retorno Do Território

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online