PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Índices de Crescimento Populacional



A taxa média de fecundidade necessária para a reposição populacional é de 2,1 filhos por mulher.

 Enquanto em muitos países essa taxa supera esse valor, em outros ela é inferior. Os países em que a taxa é negativa, incentivam a natalidade e aceitam a entrada de imigrantes _ Itália _, ou suas populações tendem a diminuir.

 Atualmente, tem havido uma queda nos índices de natalidade e mortalidade. Mas em alguns países, essas taxas ainda se mantém elevadas.

 Essa queda está relacionada ao êxodo rural e suas conseqüências no comportamento demográfico tais como:

 _ Maior custo para criar filhos;

 _ Acesso a métodos anticoncepcionais;

 _ Trabalho feminino extra domiciliar;

 _ Aborto;

 _ Acesso a assistência médica, saneamento básico e programas de vacinação.

 Os itens acima são conseqüências da urbanização, o que não significa que, com a queda da mortalidade a população esteja vivendo melhor. Em muitos casos, está apenas vivendo mais.

 Após a Segunda Guerra, os avanços da ciência medica aliados à urbanização causaram grande queda nas taxas de mortalidade, mesmo em países pobres. O crescimento vegetativo aumentou em todo o país até a década de 1970.

 Em alguns países desenvolvidos, as alterações comportamentais criadas pela urbanização e a melhoria do padrão de vida causaram tão grande queda nos índices de natalidade que, em alguns anos, o índice de crescimento vegetativo chegou a ser negativo.

 Apesar das taxas de natalidade e mortalidade virem declinando, nos países subdesenvolvidos continua elevada.


Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Crescimento E Estrutura Etária Da População Do Brasil
- Teoria Neomalthusiana
- Mortalidade Infantil - 2007
- A Estruturação Da População Brasileira
- Economia E Demografia
- Mundo Urbano
- A Pirâmide Etária

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online