PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Filosofia Clínica ? O Apaixonante Exercício do Filosofar



O séc. XX trouxe muitas mudanças e com elas a falta de respostas e questionamentos. Surge a Filosofia Clínica como um novo paradigma que quer unir a tarefa de filosofar com a ajuda ao outro.

Trabalho terapêutico centrado na singularidade de cada um e respeito às maneiras de ser, tem sido uma opção para pessoas que desejam trabalhar autoconhecimento e reorganização de sua vida.

Seu trabalho é para cada pessoa em especial, considerando seu universo, suas escolhas, seu modo de ser e não considera tipologias ou padrões pré-estabelecidos. Aqui não há paciente e sim partilhante, já que ele participa ativamente do processo e o terapeuta é aquele que se dispõe a ouvir, e pensar junto, sem com isso julgar.

A postura de um filósofo clínico é de quem acolhe, contextualiza o que se passa com este partilhante e tenta descobrir com ele a melhor forma de trabalhar suas questões. Considera que a dor do outro é legítima e única e caminha junto no sentindo de encontrar soluções.

Não se trata de aconselhamento, como muitos pensam. Fundamentada na filosofia acadêmica, agrega a seus conhecimentos um procedimento diagnóstico para identificação do trabalho necessário. A atitude reflexiva e aplicação do método, são um convite ao exercício de filosofar e conhecer-se permitindo tornar nossas vidas melhores.


Sônia C. Prazeres

Publicado no Jornal Água Viva, Praia Grande, 2004.



Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Filosofia
- Sentido Emitológico
- A Alma Como Centro Do Filosofar De Platão
- A Felicidade, Desesperadamente
- Conceito De Filosofia, Método E Reflexão
- Qual é A Tua Obra?
- Objetivo Da Filosofia

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online